6.21.2007

conversa 245

Acabei de receber um telefonema muito estranho, supostamente duma empresa de Viseu que marca encontros com alguém que, depois de uma profunda análise, nos marca um encontro com uma mulher que encaixa no nosso perfil. Fartei-me de perguntar à senhora onde é que tinha arranjado o meu número de telefone mas ela não me explicou. Acabei por perder a paciência e ser antipático. Juro que não atendo mais chamadas quando não der para ver o número de origem. Foda-se (só em pensamento).


Ela – Depois duma profunda análise ao perfil de ambos chegámos à conclusão que devemos marcar um encontro...
Eu – Mas como é que arranjou o meu número de telefone?
Ela – Somos uma empresa de meeting e...
Eu – De quê?
Ela – Meeting... temos a maior base de da...
Eu – Mas eu não me inscrevi em nada. Tem que me dizer como é que arranjou o meu número de telefone...
Ela – Somos uma empresa... temos aqui o perfil duma candidata de Viseu...
Eu – Não me interessa o que são. Como é que arranjou o meu número de telefone?
Ela – Estou a perceber aqui um problema qualquer...
Eu – Eu não me inscrevi em nada, não quero conhecer gaja nenhuma de Viseu e não quero que me telefone mais. Fui claro?
Ela (desligou)

20 comentários:

Elora disse...

Não sei se percebeste mas isto prova, claramente, que não estás suficientemente desesperado.

E não foste nada antipático, esses telefonemas são um abuso.

bagaco amarelo disse...

Elorinha, eu estou é nervoso. Não sei porquê acho que, se calhar, estes gajos vão às conservatórias buscar os dados do pessoal que se divorcia... é só uma suspeita.

Elora disse...

Já te disse que tenho duas irmãs?

bagaco amarelo disse...

Não... elorinha. São de Viseu? lol!

Elora disse...

Não, mas penso que devem estar igualmente longe de Aveiro.

bagaco amarelo disse...

que devem?!!! não tens a certeza?

Elora disse...

São crescidinhas. Estarão onde muito bem entenderem.

JuH disse...

Concordo, é um abuso!
E achei super interessante o nome do seu blog, me intrigou de verdade!

Depois aparece lá no meu?!

Bjs =*

Maçã de Junho disse...

Acabei de ter uma estranha sensação de dejavu... Comigo não foi por telefone, mas algo de semelhante já aconteceu...

Quanto ao teu blog em geral, após vários dias de leituras, chego a uma conclusão: não compreendes as mulheres, nem eu....!

Gosto dos diálogos

M

bagaco amarelo disse...

ok elorinha, eu também tenho irmãs crescidinhas... mas sei onde estão.

bagaco amarelo disse...

juH, apareço sim. ;)

maçã de junho, isso já é compreender qq coisa, lol! ;)

Didas disse...

Eu nunca atendo. Mas no meu caso é para não me tentarem vender o telefone fixo da Cabo Visão.

Toze disse...

só complicas bagaço !!!

Foda-se, vai lá conhecer a gaja ...

karla disse...

Alguém muito altruísta, que lê o blog :)

Insaciável disse...

Uns meses depois de ter saido o meu divórcio também tive um telefonema desses.

Não sei se teve algo a ver com a conservatória mas também achei estranho porque o meu número é confidencial.

Assim como assim... podias pelo menos ter lá ido conhecer a moça de Viseu...podia ser a mulher da tua vida ( se não bebesse Sumol de Morango).

Bjos

bagaco amarelo disse...

didas, se calhar já perdeste a oportunidade de conhecer alguém em Viseu por causa disso... :)

toze, não vou nada, pá. É de Viseu, não é de Ermesinde.

karla, mas... há altruístas a ler este pasquim? lol, não fazia ideia.

insaciável, pelos visto acontece a muitos divorciados. a minha teoria da conspiração deve estar certa. :)

Luis Pestana disse...

Alguem de Viseu quis ter o seu momento de fama neste blog...

bagaco amarelo disse...

hum... para fama era melhor o Pacheco Pereira...

Fatyly disse...

Tens boa solução, pede à tua operadora que te dê a lista dos telefonemas recebidos e aí saberás.
Há uns anos eu pedi por outros motivos mais graves e obtive dias depois. Não procedi judicalmente porque não valia a pena. Emolderei a folha e ofereci a quem de direito:))))
Passei-o a confidencial.

Raramente, muito raramente telefonam para promoções e vendas e mal começo a ouvir digo num tom pausado e forte: este telefone está sob escuta e ploffff desligam logo.
Também já me informei como conseguem e não tem nada com divorciados versus conservatórias: é fácil, se constares de uma lista telefónica, caso contrário é através de um esquema electrónico de sequências de números, que demoraria e explicar.

bagaco amarelo disse...

fatyly, sabes éne disto, caramba... quando eu precisar já sei quem é que vou chatear... ;)