12.28.2012

pensamentos catatónicos (290)

preguiça

Sempre imaginei que as tardes de preguiça são o melhor para quem está apaixonado. Passar o tempo todo a deambular pela casa, acumulando louça suja na banca da cozinha, vendo filmes de histórias fáceis, lendo livros aos bocados e espreguiçando-me de tempos a tempos, ora na cama ora no sofá. A preguiça é excelente, mas regada com beijos espaçados é ainda melhor.
Assim, quando me apaixonei pela Cristina esperei ansiosamente pela primeira tarde de preguiça a dois. Lembro-me que acordei por volta do meio-dia com uma vontade enorme de sentir o aroma dum café quente. Ela já não estava na cama. Deambulava pela sala com ar de poucos amigos e, mal me viu entrar na cozinha, perguntou-me se eu ia passar o dia naquela ronha. Estava impaciente.
Uma semana depois já não estávamos juntos. Não se pode Amar quem não partilha a preguiça.

19 comentários:

Eva Maria disse...

LOOOOOOL
Sabes que eu tolero a ronha mas não sempre... se calhar ela estava em dia de não ronha :P

redonda disse...

E aí perdeste uma óptima oportunidade de partilhar a energia dela :)

AC disse...

Sabe tão bem ronha a dois...aliás ronha a dois é muito melhor que ronha sozinho.. hehehe:)

Missies Blue disse...

a preguiça a dois é a modos que .. ser feliz, simplesmente, sem propósito. lembraste-me coisas boas, obrigada, bom ano :D

tenhoumaloucadentrodemim disse...

HAHAHA

Totalmente verdade! Cada um tem lá seus requisitos básicos!

Bagaço Amarelo disse...

eva maria, lá está... incompatíveis portanto. :)

redonda, perdi... ou fiquei a ganhar. :)

ac, a ronha a dois é o paraíso. :)

missies blue, obrigado. bom ano também. :)

tenhoumaloucadentrodemim, eu tenho mesmo. :)

Carmo disse...

:D

Bem visto.

Pippa Coco disse...

Têm que estar em sintonia. Eu tenho fds de preguiça pura e outros em que estou com as pilhas todas. Temos é que nos coordenar com quem está connosco. :)

pippacoco.blogspot.pt

Eli disse...

Há bocado fiquei a pensar nisto. Afinal não é só na preguiça que é necessária essa cumplicidade, mas, uma como essa... ou outras...

O Olhar do Lobo disse...

parece-me que havia falta de empatia

Bagaço Amarelo disse...

carmo, obrigado. :)

pippacoco, às vezes é difícil... a vida dá ritmos diferentes a quem vive junto. :)

eli, pnão é só na preguiça, não... :)

o olhar do lobo, é que nenhuma... :)

Menina do Mar disse...

Ronhinha a dois é uma delicia... assim estejamos em sintonia :)

Fatyly disse...

Ai pode pode...não estavam era para aí virados e sem um mínimo de esforço de ambas as partes: tolerância e compreensão...o mal de muitos casais!

Mg disse...

Eu tenho de ir negociando... Ronha ou mundo.
Nem sempre ganho, mas é melhor que perder todas as vezes... :)

maria.c disse...

a preguiça a dois até pode ser iamginada quando estamos fisicamente separados. Ele trabalha, ela fica na ronha e á noite juntam-se os dois na ronha.

Malena disse...

É tão bom preguiçar a dois... :)

Para ti:
http://obloguedamalena.blogspot.pt/2012/12/para-o-bagaco-amarelo.html

Beijocas :)

Bagaço Amarelo disse...

menina do mar, então não é... :)

fatyly, pois... quando não se está para aí virado é porque não vale a pena. :)

Mg, pode ganhar-se sempre. :)

maria c., para mim é sempre ronha. :)

malena, beijo. só hoje é que vim aqui... :)

memyselfandi disse...

"A preguiça é excelente, mas regada com beijos espaçados é ainda melhor."

(suspiro)

=)

Bagaço Amarelo disse...

memyselfandi, com suspiros também. :)