12.23.2012

conversa 1976

Ela - Agora no Natal é uma confusão ser casada.
Eu - Porquê?
Ela - O meu marido quer que passemos a noite de Natal na casa da mãe dele, eu quero passar na casa dos meus pais... enfim, é sempre a mesma luta todos os anos.
Eu - Porque é que não alternam de ano em ano? Um ano na casa dos teus pais, outro ano na casa da mãe dele...
Ela - Ele já propôs isso, mas eu não posso aceitar.
Eu - Porquê?
Ela - Porque quero todos os anos na casa dos meus pais e depois, o almoço do dia seguinte, já pode ser na casa do pai dele.
Eu - Ah! Pronto... tudo bem.
Ela - Tudo bem?!
Eu - Sim, para mim está tudo bem. Não tenho nada a ver com isso...
Ela - Pareces o meu marido. Também não discute, abana os ombros e aceita as coisas, mas depois amua e eu é que tenho que o aturar...

16 comentários:

Blue Eyes disse...

Como diria o Shrek... eu não sabia que a famelga vinha a reboque!!! :)

Um Santo e Feliz Natal para ti e para os teus e que o Novo Ano traga uma infinidade de coisas boas!!!

*Lili* disse...

Isto mulheres... são tão egoístas :( e acredita, sou mulher e tenho essa mesma opinião de mim... temos de mudar! Ser mais benevolentes! Qual é o mal de ser ano sim ano não? É assim que os meus pais fazem :) ora esta...

Bagaço Amarelo disse...

blue eyes, ena! lembro-me disso no cinema. Bom Natal e obrigado. :)

*lili*, eu passei o Natal, nalguns anos, sozinho em casa e souberem-me tão bem... :)

Eva Maria disse...

E como se resolve uma situaçao destas sem ferir susceptibilidades? É que já que nao sou casada quero evitar merdas quando isso acontecer.. se é que me vou chegar a casar...

Bagaço Amarelo disse...

eva maria, isto é daquelas coisas que a mim não me assistem, para ser sincero. tanto se me dá onde vou. :)

Anónimo disse...

Eu prefiro passar o natal só de que mal acompanhado para, quê tanta gente se me sinto só na mesma. Mesmo assim desejo a todos um bom natal

Anónimo disse...

É o primeiro Natal que passo sem mãe o meu pai já tinha falecido. Este Natal vai ser uma mer.. Em casa do marido é sempre na casa dos outros.Tenho que ter cuidado com o que digo ou faço. Tudo serve para ser dissecado pelas minhas costas. Com sucessivas repreendas ao filho porque anda a criar os filhos dos outros e a prejudicar a dele...Por este motivo têm conversas e cenas do mais baixo que há...brrrr....Eles são eles eu e a minha familia e o meu marido somos nós. A velha vai durar até aos cem ...maldade dá saude e genica....

Bagaço Amarelo disse...

anónimo 1, fiz isso muitas vezes e nunca me senti mal... :)

anónima 2, boa sorte. :)

Mg disse...

Isto resolve-se facilmente. Natal sempre na nossa casa. Quem quiser vir, que venha! :)

Bagaço Amarelo disse...

mg, resolve-se facilmente se os dois aceitarem isso. :)

redonda disse...

Porque é que não juntam a mãe dele, com os pais dela, na casa deles?

Bagaço Amarelo disse...

redonda, não sei, mas suponho que é por englobar mais família. mais, mais e mais... :)

Quase nos "entas" disse...

è obvio que queremos passar sempre com os nossos....
Comigo também se alternava....
beijinhos

Bagaço Amarelo disse...

quase nos "entas", beijinhos. :)

Fatyly disse...

Ela que dê uma prenda a ela própria: aceitar, compreender e ou deixar de ser palerma ou então que fiquem na sua própria casa.

ARRREEEE!

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, essa da prenda a ela própria nem é mal pensada. :)