11.29.2011

coisas que fascinam (136)

Amanheci um dia destes antes da própria manhã. Quando isso acontece sei que não consigo voltar a anoitecer, pelo que costumo aquecer um copo de leite no microondas e bebê-lo devagar à janela da cozinha enquanto furo a negritude da noite com os meus olhos afiados. Já sei que lá fora alguns candeeiros públicos iluminam as ruas despovoadas e que o vento brinca com o lixo que se vai acumulando na curva da estrada. E é assim que tento descobrir o porquê da minha manhã serôdia.
Desta vez acrescentei um shot de uísque ao leite e uma música ao silêncio, como se já soubesse que tinha sido a saudade a despir-me os lençóis e acordar-me extemporaneamente. Ela e o facto de ter adormecido sem lhe enviar uma mensagem a dizer-lhe que gosto dela. São repetitivas, essas mensagens, mas por isso é que são importantes. É como se a repetição se renovasse de cada vez que nasce o dia. É por isso que quando as envio a meio da noite fico à espera que amanheça, que é como quem diz, à espera que ela acorde.

11 comentários:

Carmo disse...

Tá lindo tá, isso é paixão em vias de algo mais...

Gostei tanto deste texto, mais uma vez a alma a manifestar-se...

"o vento a brincar com o lixo" - what a feeling!

kiss

Carmo disse...

Tá lindo tá, isso é paixão em vias de algo mais...

Gostei tanto deste texto, mais uma vez a alma a manifestar-se...

"o vento a brincar com o lixo" - what a feeling!

kiss

bagaco amarelo disse...

carmo, obrigado. :)

H. Santos disse...

As mulheres por vezes têm razão ao dizer que somos todos iguais...

Ainda ontem, adormeci a falar com a minha mocita (pelo msn), estava morto mas não a aqueria largar, e acordei em pânico por não ter dito o trivial "boa noite", tantas outras vezes dito, mas que nunca pode ser esquecido... Ela, por sua vez, a mais querida de sempre, deixou-me uma mensagem a dizer: "não precisas de pedir desculpa, amor, por teres adormecido, sei que o vais fazer, não faz mal. Boa noite, Amo-te"

A mor é a melhor coisa que temos, sem chance... Bom texto amigo, fica bem ;)

bagaco amarelo disse...

h. santos, gostei tanto de te ler. grande abraço. :)

Fatyly disse...

Nunca é demais dizermos o que sentimos...e como este texto tocou-me tanto. Adorei!

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

memyselfandi disse...

Há detalhes que são tão importantes... também gostei muito de ler o H.Santos =)

bagaco amarelo disse...

memyselfandi, :)

Anónimo disse...

Gostei especialmente deste texto. Sentido e bem escrito. Os meus parabéns.

Hugo

bagaco amarelo disse...

hugo, obrigado. :)