9.21.2011

vai um café?

Recusei, no último post deste blogue, o seguinte comentário:

Serve o presente comentário para o informar que o senhor escreve demasiado mal para o meu gosto. Aconselho-o, por isso, a dedicar-se a outra actividade qualquer menos poluidora da blogosfera. Tem uma escrita forçada e que chega a enervar-me só pela pessoa que imagino estar por trás da mesma. O amor não ter tamanho e ter peso é uma contradição em si mesmo, por exemplo. O que é que eu imagino? Imagino alguém suficientemente arrogante para que nem um café eu aceitasse tomar consigo. 

Publico-o agora, em espaço nobre deste blogue, para informar o caro anónimo autor desta mensagem que o compreendo perfeitamente. A mim também me irrita ler algumas coisas por aí, seja na blogosfera ou noutro sítio qualquer. O que nos distingue é que eu acho que todos, escrevam melhor ou pior, têm o direito de o fazer. Aquilo que defende, que quem não escreve bem não o deve sequer fazer, cai na tendência do darwinismo social. Aquela que defende a sobrevivência apenas do individuo que se adapta melhor ao meio e que foi defendida no século passado pelos... hum... hum... nazis. Nazis, foi isso mesmo. Mas se quiser tentar ultrapassar-se a si mesmo um dia destes e adaptar-se melhor ao que o rodeia, podemos tomar um café quando quiser.

69 comentários:

sendyourlove disse...

... adoro a elegância das tuas palavras...muito bom!

Sorriso disse...

muito boa resposta

Fabi disse...

Coitado...

Sorriso disse...

Ah, já agora é a primeira vez que comento, mas já leio há algum tempo...
Blogue interessante! Parabéns

sem-se-ver disse...

bem, tu tens vários defeitos, mas a arrogância não consta deles.

(isto foi para esclarecer o anónimo)

por outro lado, és muito impulsivo (como se verificou na tua resposta ao comentário dele, em que exageraste no tom e no tipo de argumentos.)

aos dois desejo um bom café.

(só que é anónima, não é anónimo... há tanto tempo por aqui e ainda nao sabes distinguir escrita de mulher e de homem? ai, não me digas que afinal não nos compreendes mesmo!)

Lemon disse...

Bagaço Amarelo, concordo consigo totalmente, resposta fantástica. O cavalheiro anónimo pode sempre abster-se da leitura deste espaço... Por cá ficam aqueles para quem essa leitura é um prazer. Bj.

Maria Suzel disse...

"MAI NADA"

bagaco amarelo disse...

sendyourlove, obrigado. :)

sorriso, obrigado. :)

fabi, :)

sem-se-ver, muitos defeitos?! eu não tenho defeito nenhum e mesmo assim sou uma pessoa modesta. :)

lemon, obrigado. :)

bagaco amarelo disse...

maria suzel, :)

Sexy na Cidade disse...

gostei da resposta lol

Maria

EJSantos disse...

Hmm, só vem aqui quem quer...

bagaco amarelo disse...

sexy na cidade, :)

ejsantos, é esse o princípio. :)

Sorriso de Menina disse...

Então deixem-me lá ver se entendi o Sr. Anónimo: Só pode escrever quem o sabe fazer sem erros ou contradições!
Que é como quem diga que só quem tem dinheiro é que deve comer!

Ora bem, eu erro, contradigo-me, e escrevo!
E nos dias que não sou eu a pagar o jantar como na mesma!

Bagaço, podes continuar a escrever que nós gostamos!
:)

Patxy disse...

olha o anónimo fugiu? deve estar à espera do "bem dito" café :D. Só tenho um reparo a fazer, se o excelso anónimo não gosta da escrita e do respectivo conteúdo deste espaço tem uma alternativa bastante simples, que passo a explicar: DELETE. Bem, se calhar é algo demasiado à frente para o seu encéfalo. Agora a sério, se não gosta não volte cá mais, é simples, rápido e eficaz. beijinhos e parabéns pelo blog :)

*Lili* disse...

Bolas! Isso é que foi um bom momento de conversa! Provocante *-* Yumi!
Gostei :)
E tal como referis-te, se o mundo da blogosfera é para todos para que descriminação? My Fuckin' God -.-' Não gosta do que lê vira a cara para o lado e passe bem LOL
É assim que se faz no mundo da blogosfera... ou pelo menos eu faço isso LOL

Peace*

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

bagaco amarelo disse...

sorriso de menina, obrigado. :)

patxy, é exactamente o que eu acho. :)

lili, eu, por tortura, farto.me de ler coisas que não gosto. :)

sara disse...

Boa tarde,
Eu todos os dias venho ler o blog.
Espero sempre por um novo post.

Bom trabalho
Sara Moreira

Mónica disse...

Eu cá, não só gosto do que escreves como ainda ia tomar um cafézinho contigo hehehe ;)
Beijocas

maria disse...

Cara(o) anónima(o), quando diz "O amor não ter tamanho e ter peso é uma contradição em si mesmo, por exemplo", teve em conta uma coisa chamada Figuras de Estilo? Vá lá, eu ajudo, é só clicar aqui: http://www.notapositiva.com/resumos/portugues/figurasdeestilo.htm

Ah! Outra coisa, se a escrita deste blog a enerva tanto, porque cá vem? Anda a pagar os seus pecados?

Cisne disse...

Isto é ao que eu chamo bom comeback! ;)

Cisne.

Fátima disse...

O Sr. Anónimo nem os ditos teve no sítio para deixar de ser Sr. Anónimo e ser uma pessoa normal, com nome e tudo.
Quanto à resposta, a classe a que já estamos habituados.
Beijos.

Anónimo disse...

Parece-me alguém carregado de raiva, o anónimo ou a anónima. Aquilo que o/a irrita estará dentro de si e não naquilo que lê. Se se dedicar um pouco à introspecção talvez descubra. Eu gosto de fazer "filmes" e está-me a apetecer fazer um. Permite-me? Na verdade o que irrita esta pessoa é verificar o grande número de leitores que bebem das suas (Bagaço) palavras como se do elixir do dia se tratassem. Imagino uma pessoa triste, só, no meio da multidão. E isso é triste apenas.

beijinhos
VF

Malena disse...

Olha que giro! Eu acho precisamente o oposto! E até nem me importava nadinha de tomar um café contigo! :))

Porque um dia me perdi... disse...

Tenho para mim que a Cara anónima queria era mesmo tomar café...e foi a forma "subtil" de chamar a atençao.

Eu gosto das palavras....sejam com sentido, sejam absurdas ou descabidas. SAO SEMPRE SENTIDAS. Gosto da liberdade de expressao e de pensamentos.
... E amei a resposta.

Salsa disse...

Looooooooool
Se ele não bebe café contigo pode ser que beba umas cervejas.
Como um amigo meu que dizia sempre que não bebia vinho e eu dizia-lhe bebes cerveja.Looooooooool
Se ele não bebe café contigo pode ser que beba umas cervejas.
Como um amigo meu que dizia sempre que não bebia vinho e eu dizia-lhe bebes cerveja.

Daisy disse...

Uma resposta à altura, vamos ver se ele não se engasga com esta. ;)
Bjs

Quita disse...

Adoroooo.

$hort disse...

"Aquela que defende a sobrevivência apenas do individuo que se adapta melhor ao meio e que foi defendida no século passado pelos... hum... hum... nazis. Nazis, foi isso mesmo."

Men... esta foi do Darwin, há dois séculos, os Nazis defendiam a supremacia da raça ariana...

"A solidão não tem tamanho, tem peso." foi a frase que eu achei mais gira do último post, associe-a logo à antimatéria, da qual os cientistas sabem que tem peso mas não em que tamanho...

E tu não me censures, pá!

bagaco amarelo disse...

sara, obrigado. :)

mónica, obrigado. :)

maria, pois... para saber ler não basta saber ler. :)

cisne, :)

fátima, é o normal... infelizmente. :)

vf, provavelmente isso é verdade, sim. infelizmente... :)

malena, obrigado. :)

porque um dia me perdi..., obrigado. :)

salsa, lol... por mim está bem. :)

daisy, não era para isso: :)

quita, :)

$hort, gosto tanto de censurar alguém de vez em quando... :)

TLD disse...

O nazismo, pensando bem na coisa, nem era mal pensado. Só que foi mal aplicado...HAHAHAHA ;)

Fatyly disse...

Pelo tipo de palavras usadas deve ser mulher...coitada...e na volta o que pretende é mesmo ir tomar um café contigo e à borla.

Cromos há muitos, mas valorizar é pura perda de tempo e o "senhor" deu-lhe uma resposta à altura que já nos habituou. Parabéns!

Jibóia Cega disse...

Com conta peso e medida! "Ah ganda bagaço!"

Gigi disse...

PQP, LOL! Mandou bem, heim!

Como diz meu querido e estimado amigo Maldonado, "a porta da rua é larga".
Assim, quem não gosta deste blog, simplesmente dê a volta e vá até a outro que lhe agrade. Simples, né?

Beijo!

Ana (Ballet de Palavras) disse...

Pois, é! … Se todos partilhássemos do mesmo gosto a vida de certo seria fastidiosa.

Imagine um jardim repleto de flores semelhantes … não deixaria de ser um jardim mas teria o mesmo encanto se as mesmas fossem diversificadas e, de aromas multifacetados?!

Surpreende-me que a frontalidade do comentário não se harmonize com a sapiência do conhecimento da “mente” brilhante que anonimamente se expressou. E, entristece-me que o anónimo não tenha apreendido que o tempo é precioso e, como tal devemos aproveitá-lo aprazivelmente o que pelas suas palavras não parece ser o caso.

Finalmente, existe uma dissemelhança abismal entre o “escrever demasiado mal” e, a forma como a empatia é sentida por a pessoa que enxerga as palavras.

Confesso, que reli o “até logo” e, não encontrei nenhum erro gramatical.

Reitero a opinião que detenho a seu favor e, felicito-o pelo blogue.

Ana

Olga disse...

Se não gosta cheira e deixa! :)

Apple disse...

É isso mesmo. E lê quem quer. Vem aqui quem quer ...

Fátima disse...

Senhor anónimo
Serve o presente para informar, caso não tenha reparado, que pode visualizar no canto superior direito da página, um quadrado vermelho com um “X”. è mesmo na barra azul do Internet Explorer. Viu? Ainda bem, é a porta de saída!

redonda disse...

Parece-me que com um comentário assim, nunca seria capaz de responder tão bem. Espero que o/a anónimo (a) compareça ao café, um destes dias e mude de ideias (também não me parece que se tenha de escrever com excelência para se ter um blogue - eu não escrevo - mas aqui, tenho encontrado muitas vezes o que considero textos excelentes, porque escreves bem e com conteúdo - mesmo quando discordo:).
um beijinho

Marilisa Mesquita disse...

isto tudo apenas para que o/a convidasses para ir tomar café! LOL

PM disse...

O incauto senhor anónimo pode recusar-se a tomar um café mas ao que parece é adepto de um bagacito (amarelo) de quando em vez!!! :p

Anónimo disse...

Acho curiosas essas pessoas, não gostam do que alguém escreve mas seguem, até ao dia que devem estar tão auto consumidas por não serem capazes de fazer algo igual que se revoltam. Eu cá acho que o comentário esse é tão ou mais valioso do que os que te elogiam, e penso até que estás de parabéns.
CR

elisa disse...

Ora, eu que acho possuir um hipersensibilidade à arrogância, nunca detectei nenhuma ao ler os teus textos....
Já quando leio "O amor não ter tamanho e ter peso é uma contradição em si mesmo", entristece-me a falta de imaginação do/da auto/a do comentário.
Beijinhos Bagaço:)

bagaco amarelo disse...

tld, ui! era mal pensado, pois. :)

fatyly, obrigado. és a segunda a opinar que deve ser mulher. eu imaginei um homem... :)

jibóia cega, :)

gigi, eu tenho a mania que sou democrático, pelo que mantenho a porta aberta a todos. mas sim, quem não quer não precisa de cá vir. :)

ana (ballet de palavras), obrigado. pela simpatia e pela presença. concordo perfeitamente com essa visão. :)

olga, exacto. :)

apple, mais nada. :)

fátima, lol. é bem mais simples, sim. :)

redonda, obrigado. eu até acho mesmo que esta coisa de escrever bem ou mal é mesmo relativa. :)

marilisa mesquita, e está mesmo convidado/a. :)

pm, oh! e quem não é?!

cr, obrigado. também gostei de receber este comentário, sim. admito-o sem problema nenhum. :)

bagaco amarelo disse...

elisa, a mim desilude-me, de certa forma. obrigado. :)

Lisa P. disse...

A falta de conhecimento(por parte do tal "leitor") de figuras de estilo talvez não tenha peso, mas um volumoso tamanho!
Viva a liberdade de expressão ;)

Jacinta disse...

Não acho bem que estas coisas sejam anónimas! Era de esperar que tal ser, possuidor de tamanha razão, não tivesse problema em identificar-se!

bagaco amarelo disse...

lisa p, gostava de me ter lembrado de dizer isso. :)

jacinta, penso sempre nisso. :)

calamity disse...

Ò Bagaço, pois deixa-me dizer-te que acho muitíssimo mal!
Qu'éláisso de andar p'raí a tomar cafezadas com malta intolerante que defende ideologias fascizantes e noites brancas informáticas da blogosfera?!
Hã?!
Desiludes-me, pá!
Qualquer dia queres que eles se possam associar e formar grupos legais de lápis azul, não?!
Tu evita-te rapaz, que senão é um falatório...
Tenho dito.
Umpf...

bagaco amarelo disse...

calamity, não deixas de ter razão... não deixas de ter razão... :)

Maria disse...

Ahahahah, excelente resposta.

bagaco amarelo disse...

maria, :)

Senhor Geninho disse...

Eu não teria conseguido ser tão eloquente na resposta!! Um comentário destes teria dado direito a mais sarcasmo e ironia, roçando o gozo! Porque alguém que escreve isto é muito mais que arrogante...
Temo bem que este estado de deplorável seja completamente irreversível!

bagaco amarelo disse...

senhor geninho, eu tento acreditar que só a morte é irreversível... mas também chego a ter dúvidas. :)

Briseis disse...

Uuuuuuuuuuuiii... meteste o gajo num bolsinho... mas com tamanha fineza que até me deu vontade de levar uma descascadela semelhante. As tuas latadas de luva branca são boas e recomendam-se. =)

Rui Mendes disse...

Muahahhahahahahhah! Muito bom.

bagaco amarelo disse...

briseis, :)

rui mendes, :)

Olívia Ferrari disse...

Pois eu, que já adorava tudo o que escreves, depois dessa fiquei ainda mais rendida... e ao contrário do sr. anonimo,se pudesse saía já a correr pra ir tomar um café contigo!!!
Grande abraço

Cármen disse...

É engraçado que não aceites o comentário, mas que o publiques aqui. :p

bagaco amarelo disse...

olívia ferrari, obrigado. :)

cármen, é muito raro publicar comentários recusados, sim, mas às vezes até dão jeito, quando tenho pouco tempo para actualizar o blogue. :)

Lisa P. disse...

:)

bagaco amarelo disse...

lisa p, :)

C disse...

Não é por nada, mas isto não passou de um comentário de uma senhora ressabiada - palavra bonita, esta - cheia de vontade de ir tomar um café. Imagino até que seja boa pessoa. Não fez mais do que tentar chamar a atenção com provocações, e falhou.

Mas tentou...merece crédito por isso :D

bagaco amarelo disse...

c, não devo perceber mesmo nadinha disto. só eu é que penso que é homem... :)

Carmo disse...

Acho lamentavel este tipo de postura na blogosfera, que poderia ser um espaço de partilha saudavel. Eu não tenho blog, porque não sou receptiva a 'irracionalidades'.

O primeiro blog onde comentei e por muito tempo foi no "cheiroapolvora", mas o Luis anda muito ausente ultimamente.

No entanto e relendo mais uma vez, também me parece que o comentário foi escrito por um homem mais velho.

E como sempre nunca é o que se diz, mas como se diz.

bagaco amarelo disse...

carmo, por isso é que modero comentários... :)

Fábio Martins disse...

Acho que não deve existir um blog que não receva comentarios desse genero. Não percebo o gosto que as pessoas têm em comentar em anônimo só para criticar.. se ao menos tivessem coragem e assinassem os comentarios.

bagaco amarelo disse...

fábio, concordo plenamente. :)

Anónimo disse...

A tua escrita não tem nada de forçado.

Bagaço Amarelo disse...

anónimo, e se tiver, só quer dizer que me esforço. :)