9.23.2011

a história duma centopeia

Compreendo perfeitamente a forma como a Fatyly abraçou a causa da Flávia, cuja história e petição (que eu já assinei) podem encontrar aqui. E compreendo porque pior que a sensação de injustiça é a sensação de impotência. Este post é uma extensão de um pedido que a mesma me fez, e que assim eu faço a quem passa por aqui para que também assine. 

6 comentários:

Odele Souza disse...

Olá,

Sou Odele, mãe de Flavia e passei para agradecer-te por este post que divulga a história de minha filha e ao mesmo tempo alerta para o perigo existente nos ralos de piscinas que tantas mortes têm causado no Brasil e no mundo.

Fatyly é uma querida amiga.

Um forte abraço

bagaco amarelo disse...

Olá Odele, eu é que agradeço a determinação. abraço: :)

Fatyly disse...

Odele e bagaco

Que poderei dizer? apenas sentir a enorme satisfação de continuar a lutar e a pedir que mais gente se junte a esta causa, porque nunca nos devemos esquecer dos fatídico caso português (infelizmente outros sucederam com menos impacto televisivo e com o mesmo fim) AQUAPARQUE!

O meu obrigadão

Maria disse...

Já assinei.

Ana (Ballet de Palavras) disse...

O sentimento de tristeza que assolou o lado esquerdo do meu peito quando tomei conhecimento da situação da Flávia pela primeira vez foi imenso. Neste momento que o recordei o sentimento intensificou-se.

Desconhecia a petição. Naturalmente, assinei.

Ana

bagaco amarelo disse...

fatyly, força. eu vou deixar o link ali em cima durante um mês, mais ou menos. e obrigado por seres assim. :)

maria, obrigado. :)

ana (ballet de palavras), a tristeza e a impotência, de facto, são uma imensidão. ainda bem que há quem os combata. :)