2.26.2010

respostas a perguntas inexistentes (72)

Nunca se tinha apercebido do verdadeiro motivo pelo qual liga tudo sempre que chega a casa: a televisão, a luz da sala e da cozinha, o computador e até o rádio da casa de banho. Até hoje, dia em que cozeu arroz branco, grelhou peixe e fez uma salada de tomate para duas pessoas. Depois pôs dois pratos, dois copos, dois garfos e duas facas na mesma mesa onde abriu uma garrafa de vinho. Acabou por bebê-la sozinha, a garrafa. Agora, com o pensamento afogado no vinho, é que se apercebeu que liga tudo sempre que chega a casa porque vive sozinha. Só isso.

26 comentários:

GiGi disse...

Chega o momento em que passamos a sentir a solidão mais fortemente. É aí que costumamos a passar até mesmo mais tempo na internet, seja no msn, chat ou nos blogs.

Isso está a ser cada vez mais comum.

Beijos!

RPM disse...

Isso tem um lado positivo: a garrafa é só para ela.

Cassandra disse...

Durante vários anos, adormeci com as vozes de serial killers, CSIs e agentes do FBI no ouvido. Nunca deixei que o House me adormecesse porque acho-o um bocadinho ríspido.
Quando a televisão se desligava sozinha, já estava longe de achar que a aquela cama era uma imensidão. Até gostava da imensidão. Mas não sempre. Se o efeito se prolonga, ainda ponho a mesa para dois. Para isso é que cozinhamos para os amigos quando vivemos sozinhos. Para combater as rotinas e manter a sanidade mental. Os teus textos são muito bons. Isto dava um belo livro. Já publicaste alguma coisa e eu não vi nada nas livrarias ou ninguém teve a ideia de te propor este desafio? Go on writing.

Anónimo disse...

O prato extra era para o amigo imaginário, depois de beber sozinha uma garrafa de vinho aposto que ele lhe pisca o olho e diz lhe que o peixe estava óptimo.
Numa nota mais séria, a solidão mata.
Beijo x
P.S.

bagaco amarelo disse...

gigi, beijos. :)

rpm, caramba... pode sempre comprar duas, se é por causa disso. :)

cassandra, tenho dois livros publicados mas, basicamente, ninguém os lê. :)

anónima, vai matando... mas às vezes também acaba por ser um bocadinho necessária. :)

Cassandra disse...

Bagaço: tens que começar a cobrar para "te" lerem neste espaço, ehehe. Para te valorizares;)
A solidão q.b. é boa. Deve ser a suficiente para pensar, não delirar.

bagaco amarelo disse...

cassandra, quando for para o desemprego faço uma vaquinha... :)

Malena disse...

Arrepiei-me! Triste, a vida solitária. :(

fata xanta disse...

Deve ser isso que me vai acontecer quando tiver a minha casa. E nem com tudo ligado a p=ta da solidão abala!
A solidão mata pois, a mim tem-me matado aos poucos.

Maguita disse...

Já vivi sózinha e sempre que estou sózinha, acendo a luz da sala, do quarto e da cozinha e mesmo que não fique na sala a tv também fica ligada, tranco as portas e janelas... Quando estou acompanhada já dei por mim a ralhar por ter essas mesmas 3luzes acesas...

Salsa disse...

gostava de comentar o teu tópico, mas retrato-me nele!

bagaco amarelo disse...

malena, mas não a devemos ver como uma determinação: :)

fata xanta, não é com tudo ligado que ela abala. é mesmo com pessoas. :)

maguita, lol... esse ralhar é por causa das contas... :)

salsa, isso já é um comentário. :)

Eli disse...

É bom estarmos sozinhos, quando queremos e sabemos que deixamos de estar quando quisermos.

:)

Celeste disse...

não nos podemos esquecer que a pior solidão é aquela que sentimos em companhia.

Olga disse...

É a história da minha vida.

Anónimo disse...

Que livros tens publicados,temas e nome de autor?
Beijo x
P.s.

Fatyly disse...

Conheço e até compreendo quem proceda assim, mas felizmente que até hoje, apesar de estar sózinha não sofro desse mal e só tenho vantagens.
Agora vou sair daqui (desligar mesmo), almoçar e depois ligar a tv para ver as Olimpiadas de Inverno:)))

Bom fim de semana

Incógnito disse...

o nosso inconsciente tenta com que não nos apercebamos dessa solidão. o vinho tinto mandou embora o inconsciente

Saudações Aveirenses

Anónimo disse...

Acho que estamos a tornar a palavra solidão em algo vulgar. A solidão não deve ser vista desta forma. Coloco uma questão: Porquê o medo de estar só? Quando estamos sós, podemos descobrir-nos a nós próprios. A loucura em que vivemos não nos permite quase esses tempos. Então nada como chegar a casa e usufruir do silêncio, estar comigo. No prínicipio pode ser difícil mas vale bem a pena. Aprendemos a conhecer-nos:)

genesisversusapocalipse disse...

Triste é esse dia, em que nos apercebemos da razão por que ligamos tudo.

Myann disse...

Compreendo perfeitamente...

bagaco amarelo disse...

eli, tens toda a razão... por acaso tens mesmo. :)

celeste, às vezes pode ser... mas essa resolve-se bem. :)

olga, toda? :)

anónimo, "numa avenida de merda", e "não compreendo as mulheres". a info está toda em www.ivarcorceiro.net :)

fatyly, aí está uma coisa a que eu nunca liguei... :)

incógnito, o vinho costuma mandar embora alguma consciência... a bem ou a mal. saudações. :)

anónimo, não acho que estejamos a tornar a solidão em algo vulgar. A solidão é tratada no cinema e na literatura desde sempre... não sei se é ou não vulgar por causa disso mas também não acho que isso tenha muita importância, para ser sincero. :)

genesisversusapocalipse, podes considerá-lo triste mas também podes considerá-lo uma espécie de revelação. :)

myann, :)

SadLonelyCat ^_ _^ disse...

Bagacinho,

Por mim, estava a partilhar um espaço com quem amo. Não foi possível. Não quis partilhar com mais ninguém, vivo sozinha. Acho que quase todas as pessoas que vivem sozinhas e estão sós, acabam por ter esses mesmos gestos, para diminuir a sensação de solidão. Não resulta, a maior parte das vezes. Porque a revelação de que efectivamente estamos sós, que às vezes nem precisa de garrafa de vinho, acaba por chegar sempre. E é aí que, ou me deixo levar pela solidão até à dor, ou pego no telefone e ligo aos amigos. Tem dias...
Mas depois também há aqueles dias em que sabe bem baixar as luzes, pôr musiquinha preferida, abrir uma garrafa de vinho tinto, cozinhar e pôr a mesa só para mim. E mimar-me. E sentir-me bem assim, só.

Xi-Coração.

Pimp disse...

Li e reli este post. A verdade é que assusta-me...

Olga disse...

Sim, excepto o arroz. ;)

bagaco amarelo disse...

SadLonelyCat ^_ _^, eu acho que viver sozinho pode ser muito beom. aliás, pode ser a situação ideal, precisamente se se souber... :)

pimp, não te assustes. acho que todos nós sabemos fugir a isto. :)

olga, lol. :)