2.22.2010

a guerra das calças

tirado do blogue dias que voam
"Uma loja de pronto-a-vestir de Lisboa vende por semana centenas de calças compridas a mulheres de todas as idades, mas a maior clientela é constituída por jovens". Começava assim uma reportagem, publicada no ano de 1969, sobre as primeiras mulheres portuguesas a usar calças. Marcelo Caetano era então o primeiro-ministro de Portugal, herdando um país de conservadorismo salazarento. Tanto, que se punha a hipótese de haver um enquadramento legal que impedisse as mulheres de usarem calças: "A explosão do uso das calças provocou nas últimas semanas, em Portugal, certa controvérsia nos liceus, escolas e empresas, pois nem em toda a parte se sabe oficialmente da existência (ou não) dum dispositivo oficial sobre o assunto". Menos mal, o Ministério da Educação afirmava que não existia nenhuma regulamentação oficial que as proibisse. Havia apenas uma disposição dizendo que as alunas e professoras se deviam apresentar vestidas com dignidade e decência.

12 comentários:

Nox Lilin disse...

Mas afinal qual era o problema das mulheres usarem calças?
Ficam tão bem no corpo… tão feminino…
Já sei! É porque são mais difíceis de despir, não é!

bagaco amarelo disse...

nox lilin, lol... eu cá acho que as calças ficam muito bem às mulheres, sim, e há saias bem mais difíceis de despir. :)

Malena disse...

A minha irmã mais velha ainda teve essa luta! E ainda a de ter que usar meias até ao joelho até aos 15anos! Só aos 16 é que pôde usar collants!
No caso das calças, porque era "entrar" no mundo dos homens e , no das meias, porque a meninice devia ser mantida até o mais tarde possível! Talvez o caso Ballet Rose fosse com meninas de soquettes brancas...

Celeste disse...

para mim é muito mais complicado despir uma saia, talvez porque tenha nascido em 69...

bagaco amarelo disse...

malena, eu nasci em 1971, dois anos depois desta publicação, e mesmo assim ainda assisti a alguma resistência a este tipo de coisas, mesmo depois do 25 de abril. :)

celeste, também depende da saia. se fores da Nazaré, por exemplo, é certinho: :)

Celeste disse...

Não Bagaço, eu disse que para mim era complicado despir uma saia, de qualquer tipo, quer dizer que para mim é complicado mas para outros pode ser que não seja, a acção tem que ser inversa.

Anónimo disse...

Bem eu penso que realmente calcas devem ser bem mais praticas que sais, nao que eu tenhas dificuldades com umas ou outras mas nunca vimos os homens lutarem para querem usar saias...
Anonima Catarina

bagaco amarelo disse...

celeste, vá lá... algumas saias basta deixar cair. :)

anónima catarina, nunca viste mas olha que há homens que lutam para usar saias. :)

Fatyly disse...

Pois era e quem não viveu (felizmente) nessa ditadura que vejam o que sofremos.

Não vivia em Portugal e na minha terra vermelha eu usava e usei e lutei e levei e até chumbei com faltas disciplinares, mas usei, venci desistiram e mais nada!!!!

As primeiras calças de ganga compradas:) "na cadonga" eram tão rijas que ainda visualizo o meu grupo (sempre com um de sentinela né? não fosse a PIDE aparecer) a esfregar na areia da praia, bater com elas nas pedras. Um dia foi dado o alerta e mergulhamos todos e fomos para longe, os gajos de binóculos, e nós com as calças presas com os pés e a mandarmos uma bola uns para os outros, o desgraçado do X e da Y não sabiam nadar e agarrados a uma boia (câmara de ar de pneus) mantiveram calmos...ou seja jovens calminhos e sossegados, mas com a "carga pesada" nos pés.
Foram tantas...e hoje temos uma geração de nhans nhans que nem sabem aproveitar e sorrir para a VIDA! Há excepções!

bagaco amarelo disse...

fatyly, agora há outros problemas. outro tipo de problemas, digamos. :)

Anónimo disse...

Homens a lutar para uar saias?
Nao nao acredito. Homens!?
Anonima Catarina

bagaco amarelo disse...

anónima catarina, sim... :)