2.26.2010

muito bem

França deu um passo importantíssimo na prevenção da violência doméstica, com que eu concordo plenamente. Os maridos violentos passam a ter que usar uma pulseira gps para que a polícia saiba se se estão a tentar aproximar ou não da vítima. Também foram endurecidas posições contra a violência psicológica, aquela que corrói a vítima por dentro, prevendo penas severas até três anos de prisão e multa de 75 mil euros em casos de "actos e palavras repetidas que resultam na degradação das condições de vida da vítima e que podem afectar sua saúde física ou mental". (ler no JN)
Por aqui podíamos copiar esta ideia...

16 comentários:

GiGi disse...

Até que enfim alguém levou a sério a violência doméstica!

Deia disse...

Óptimas medidas!

bagaco amarelo disse...

gigi, acho que precisamos de medidas pragmáticas nesta matéria, sim. :)

deia, :)

GiGi disse...

Obs: "alguém" no sentido de autoridade, eheheh :-)

bagaco amarelo disse...

gigi, eu percebi. :)

Pimp disse...

E havemos de lá chegar... daqui uns vinte anos.

Celeste disse...

Alguém achará uma forma de contornar o gps mas deverá funcionar alguma vez, quero eu acreditar.

Fatyly disse...

Nós precisamos de medidas do género, mas a justiça tarda em resolver o flagelo de quem sofre tamanha violência!!!

Lizard King disse...

Então parece-me que está na altura "de deixarmos de bater com a mão no peito afirmando-nos como União Europeia" e de passarmos a "copiar" para o nosso país de brandos costumes leis tão importantes como essa.
(divagação: cada vez sinto mais que vivemos num país em que se leva o tempo a reunir para falar de "desgraças", a expôr essas mesmas "desgraças" mas o sumo de tudo isso é nulo. Raramente se passa de retórica e preocupação teórica à explanação e aplicação prática de resoluções para as situações.)

Lizard King disse...

Então parece-me que está na altura "de deixarmos de bater com a mão no peito afirmando-nos como União Europeia" e de passarmos a "copiar" para o nosso país de brandos costumes leis tão importantes como essa.
(divagação: cada vez sinto mais que vivemos num país em que se leva o tempo a reunir para falar de "desgraças", a expôr essas mesmas "desgraças" mas o sumo de tudo isso é nulo. Raramente se passa de retórica e preocupação teórica à explanação e aplicação prática de resoluções para as situações.)

Alexandra disse...

Em Portugal também estão a ser implementadas medidas semelhantes, ainda que a título experimental... Ainda temos um longo caminho a percorrer..

Myann disse...

Muito boa decisão essa :)

bagaco amarelo disse...

pimp, por mim vou tentar que seja antes. :)

celeste, contornar o gps é contornar a lei, neste caso... por isso mantém-se a firmeza da mesma. :)

fatyly, tens razão... mas por isso é que não podemos dar tréguas. :)

lizard king, acho que em Portugal o crime de colarinhos brancos sai pouco manchado, sim. :)

alexandra, acho que se pode encurtar. :)

myann, :)

Red disse...

poder podíamos, (mas já que isto é Portugal) mas não era a mesma coisa.

(fora a piada, parece-me bem)

Red disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bagaco amarelo disse...

red, lol lol lol. :)