7.06.2009

pim pim pim

A mim tanto me faz que a Maria João Pires seja portuguesa como brasileira. Aliás, da mesma mesma forma que tanto me daria que o Cristiano Ronaldo fosse brasileiro ou outra coisa qualquer. Agora... não consigo deixar de pensar que há uma enorme falta de humildade na forma como esta senhora diz que quer renunciar à nacionalidade portuguesa. Sobre isto não tenho mais nada a dizer...

28 comentários:

Joana disse...

Concordo. Quantos não poderiam queixar-se do mesmo que a "Prima Donna" no que toca a falta de apoios... Enfim.

GiGi disse...

Bem...

Se eu me mudasse para outro país, renunciaria à nacionalidade brasileira e adotaria a do país de então.

Apesar de não conhecer a história de Maria João Pires, não entendo o motivo da "falta de humildade". Poderia ser mais claro? :-)

Eu agradeço!

Beijinhos!

joaninha versus escaravelho disse...

Senti o mesmo... :/

Aryeh disse...

Penso que a senhora só esta a ver €uros na frente.


cump

The one you know disse...

Mas que ameaça brutal! Mudar de nacionalidade... Já tou a tremer de medo!

p-estrangeiro disse...

Eu compreendo a frustração dela. Vivo do mundo das artes, sei o que é lutar desde os 16 anos para entrar neste mundo. Vivemos num país que acha a cultura um luxo.
Saramago e Maria João Pires são dois excelentes exemplos de como Portugal trata o melhor que tem. Eles não têm 80.000 pessoas a gritar o seu nome num estádio, mas lutaram muito mais para conseguir ter a admiração de quem sabe apreciar cultura.

bia disse...

"Decepcionada com o modo como tem sido tratada a nível governamental, sobretudo no seu projecto de ensino artístico de Belgais"

"A pianista está a viver em Salvador, no Estado da Bahia, e vai dedicar-se à hotelaria."


Então farta-se que não liguem aos seus projectos musicais e vai-se dedicar à HOTELARIA?? LOL

zeni disse...

"não consigo deixar de pensar que há uma enorme falta de humildade na forma como esta senhora diz que quer renunciar à nacionalidade portuguesa. "

Porquê?

mariana disse...

Por acaso não acho que haja falta de humildade. Acho que há cansaço, frustração e uma capacidade de sinceridade e desapego que, se calhar, não há aos 30, 40 ou 50.

Tenho pena. Muita. Mas tenho mais pena de compreender as suas razões. Afinal, porquê continuar a ser cidadã de um país que pouco faz por ela?

Anónimo disse...

Será que as dividas não têm nada a ver com o assunto? Sempre achei esta senhora um tanto ou quanto arrogante. Mas se quer ser brazileira...força! É para o lado que durmo melhor.

heidi

bagaco amarelo disse...

joana, ela nem se pode queixar... :)

gigi, a maria joão acha que não é parte integrante deste país, é antes uma iluminada que paira sobre o mesmo e à qual todos temos que agradecer a existência. :)

joaninha versus escaravelho. :)

aryeh, e é prepotente. :)

the one you know, não sei é ameaça ou se é promessa. :)

p-estrangeiro, eu não compreendo nada nela, embora te dê razão na forma como Portugal lida com a cultura, esta é provavelmente a senhora que menos se pode queixar. para o centro belgais recebeu 6500 euros que desapareceram sem dar conta deles... :)

bia, e no Brasil, lol... :)

zeni, primeiro porque acha que a sua renúncia à nacionalidade portuguesa é um dado importante para o país, segundo porque não percebe que ela própria faz parte do mau e do bom que este país tem. :)

mariana, admito que haja pessoas por quem o país faz pouco. a maria joão não tem razão nenhuma de queixa. no que diz respeito ao centro belgais, de que ela tanto fala, ela foi subsidiada com 65 000 euros que "desapareceram" nas mãos dela... é só isso. :)

heidi, é como eu...

Bichana disse...

Vá andando,de gente arrogante e presunçosa Portugal já está cheio.

entremares disse...

Um político do antigo regime disse, e ficou famoso por isso:

" A pátria não se escolhe. Acontece"

Não concordo com muitas outras coisas do dito político, mas nesta afirmação... o homem está cheio de razão. Com pontapés ou não, a Maria João passa, o país fica. E tenho a certeza que haveria maneiras muito mais produtivas para ela manifestar o seu desagrado.
Não conheço os pormenores... mas acho que a pianista poderá estar zangada com o governo, com os governos, com a pessoa X ou Y... mas o país é muito mais que isso.

Um abraço.

GiGi disse...

6.500 Euros ou 65.000 Euros? Há estes dois valores em suas respostas.

Entendo sua opinião, você considera uma posição de considerável arrogância por parte da artista. Como eu disse, não a conheço, não sei de seus feitos em Portugal ou mesmo no Brasil. Nunca ouvi falar mesmo, nem como pianista.

Mas, se ela quer reconhecimento por aqui, na parte de arte e cultura, tenho lá minhas dúvidas se vai conseguir.

Anónimo disse...

Ola! Ha muito que aqui nao vinha e venho agora so para me dar conta que estou completamente fora do mundo, vejam so que nem sei quem e a maria Joao Pires dah...
Mas claro que mesmo sem a saber quem e tenho a miha opiniao ou eu nao seria eu, essa Maria Joao quer deixar de ser poruguesa e vai ser brasileira para assim ter mais reconhecimento do seu trabalho? humm ha sempre uma primeira porque eu nunca dei por o Brasil ser tudo isso.
Catarina Anonima

zeni disse...

"zeni, primeiro porque acha que a sua renúncia à nacionalidade portuguesa é um dado importante para o país" - Porquê?

"segundo porque não percebe que ela própria faz parte do mau e do bom que este país tem" - Queres explicar melhor, pf?

Salseira disse...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=397923

zeni disse...

As notícias são notícias na boca de quem as conta! Há que ter cuidado com as interpretações!

"A pianista Maria João Pires confirma que pondera pedir também a nacionalidade brasileira, mas recusa que essa atitude seja motivada por «sentimentos negativos em relação a Portugal», contrariando notícias que lhe atribuíam a decisão de deixar de ser cidadã portuguesa."

ler aqui:

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=397923

bagaco amarelo disse...

bichana, foi mais ou menos o que eu pensei... :)

entremares, parece que a pianista em questão nem tem muita razão para estar zangada com o governo mas, mesmo que tenha, eu também estou zangado com o governo. eu e mais não sei quantos milhares. :)

gigi, é uma boa pianista. acredito que tenha reconhecimento no Brasil como, aliás, já tem em Portugal... e estou a falar de 65 000 euros. :)

anónima catarina, conforme diz a notícia no público, ni Brasil acho que se vai dedicar à hotelaria. :)

zeni, a minha opinião baseia-se na notícia do público que, aliás nem era novidade nenhuma. Não tenho que te explicar melhor porque a própria renúncia à nacionalidade é um amuo para o qual não há paciência.

salseira e zeni, Quanto à nova notícia notícia que mostram, só há duas hipóteses: ou o paulo alves guerra mentiu sobre o encontro que teve com ela, ou ela mentiu ao paulo alves guerras. se fosse eu, e alguém pusesse na minha boca coisas que eu não disse, eu não me limitava a desmenti-las. processava-o. :)

Cheila Pacheco disse...

Ela tem é inveja do Cristiano Ronaldo ;)

bagaco amarelo disse...

cheila pacheco, lol... obrigado por me aliviares esta discussão chata. :)

zeni disse...

"zeni, a minha opinião baseia-se na notícia do público que, aliás nem era novidade nenhuma. Não tenho que te explicar melhor porque a própria renúncia à nacionalidade é um amuo para o qual não há paciência."

Se estás melhor informado que a maioria de nós, conhecendo os verdadeiros factos e dizes com tanta certeza que se trata efectivamente de uma vontade de renúncia e de que isso não é mais do que um amuo...

Convém ter algum senso e distanciamento crítico na leitura de notícias destas, pois a forma como são ditas são muitas vezes tendenciosas e pecam por falta de rigor objectivo. Quem conta um conto...

(isto tudo independentemente de ser ou não ser um amuo!)

bagaco amarelo disse...

zeni, nunca ninguém te chamou chata? :)

zeni disse...

não! persistente, sim!

e a ti, já alguém te disse que gostas muito de desconversar?

bagaco amarelo disse...

zeni, lol... persistente é uma forma simpática de o dizer. sim , já me disseram isso, mas só pessoas persistentes. :)

Egos de Outrora disse...

acho sinceramente que houve aqui vários erros de percepção na leitura (ou falta dela) do artigo. a pianista, apenas condensa toda a sua revolta no "como isto anda" de Portugal e que não mudará de rumo a tempo de os meus netos assistirem.

Egos de Outrora disse...

acho sinceramente que houve aqui vários erros de percepção na leitura (ou falta dela) do artigo. a pianista, apenas condensa toda a sua revolta no "como isto anda" de Portugal e que não mudará de rumo a tempo de os meus netos assistirem.

bagaco amarelo disse...

egos de outrora, gosto desse "apenas"... :)