7.25.2009

pensamentos catatónicos (184)

Moonwalk é um passo de dança que o Michael Jackson criou e que ficou para a História pela sua originalidade. Caracteriza-se por criar a ilusão que se está a caminhar para a a frente quando, de facto, se está a caminhar para trás.
Na verdade acho que o Michael Jackson pode ter inventado o passo mas não inventou o conceito. O conceito já existe no amor há muitos anos. Quantos de nós é que já fingiram, pelo menos uma vez na vida, que estão numa relação a andar para a frente quando na verdade estão a andar para trás?
Pois é...

19 comentários:

pieces of me (Luna) disse...

terá o mesmo nome?

GiGi disse...

Não fala isso...

:-(

bagaco amarelo disse...

pieces of me (Luna), é uma questão de o baptizar assim. :)

gigi, então? :)

Bichana disse...

Ui... todos nós, e mais do que uma vez na vida. Infelizmente.

bia disse...

sem dúvida!!

AnAndrade disse...

Hmmm... Parece que Mr. Jacko inventou apenas a designação, porque o passo, esse, parece que já havia sido ensaiado por um outro senhor, umas quantas décadas atrás.
Ora vê aqui, mesmo no final do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=GRByZlHS6GE&eurl=http%3A%2F%2Fpchichorro%2Eblogs%2Esapo%2Ept%2F&feature=player_embedded

Sávio Fernandes disse...

...guilty!

GiGi disse...

Disse meu pai, "nesse mundo, nada se cria, tudo se copia".

Michael Jackson se foi e, junto, toda sua originalidade, restando nada mais que cópias, as quais jamais serão iguais ao gênio.

Quantas "cópias" de amores e paixões vemos por aí, pois? Cópias de filmes, de novelas, de amores de outrem ou amores passados. Sempre o mesmo começo, o mesmo término, as mesmas escolhas.

O medo de um recomeço diferente.

Deste modo, morre a originalidade, permanecem as cópias. E, com elas, o andar sempre para trás.

Um beijo!

Patrícia Pinto disse...

Nunca tinha pensado nisso!!
Mas a verdade reside mesmo nas tuas palavras!
=)
Acho que nunca tinha comentado o teu blogue mas deixa-me aproveitar para dizer que me divirto imenso! Principalmente nas conversas!!
Cumprimentos.

bagaco amarelo disse...

bichana, pois é... :)

bia, :)

AnAndrade, sempre a aprender, lol. :)

sávio fernandes, :)

gigi, Eu até nem gostava muito do original, para ser sincero. mas o teu pai tem razão... :)

patrícia pinto, obrigado... e bem vinda, então. :)

Nirvana disse...

Pois é... fingir ou pensar que sim e afinal não... enfim!
Eu cá acho que moonwalk é um nome que sugere uma coisa bomita, luar e tal. Por isso, vou baptizá-lo de hellwalk.

Miss Kin disse...

Ó que constatação!
Mas realmente acho que não existe ninguém que possa dizer que nunca "moonwalkou" numa relação!

bagaco amarelo disse...

nirvana, lol... bem visto. :)

miss kin, pois não... e gosto do verbo. :)

Silvia Gonçalves disse...

Olá...

Gostei do seu blog e concordo totalmente com este post!!!

Estarei por aqui!

Bjos

bagaco amarelo disse...

silvia gonçalves, obrigado, pela presença e pela simpatia. :)

AidaLemos disse...

Como isso é verdade...tão desgraçadamente verdade!
AL

bagaco amarelo disse...

aida lemos, pois é... pois é... :)

Loira disse...

Que post fantástico e que analogia tão bem conseguída ;)

Tão grave quanto fingir que se está a andar para a frente, quando na realidade se está a andar para trás, é no meio deste bailado todo tropeçar nos próprios pés :)

Parabéns pelo blog, venho cá frequentemente mas nunca o tinha comentado.

bagaco amarelo disse...

loira, exactamente... neste passo passo acabamos por tropeçar em nós mesmos. :)