3.08.2012

dia do quê?

O problema dos dias do que quer que seja é serem todos os anos. Este blogue existe desde 2006 e, acho eu, que todos os anos digo qualquer sobre o Dia Internacional da Mulher. Não me apetece ir agora lá atrás ver o que tenho escrito, mas é provável que nunca tenha sido muito simpático com este dia. Sim, acho que as mulheres são especiais. Sim, também é por isso que acho que não precisam de nenhum dia especial.
Todos os dias especiais da minha vida o foram devido a uma mulher qualquer. A minha filha, a minha mãe, a minha avó ou a mulher que eu Amo. Todas elas e mais algumas, duma forma ou de outra, têm feito da minha vida uma vida especial. Toda ela. Não apenas um dia. Espero que continue assim, que as mulheres sejam especiais todos os dias. Sem elas não me apeteceria viver. 

19 comentários:

Só sedas disse...

Muito bonito bagaço. Acho que qualquer ser humanoem deveria sentir-se feliz e agradecido por termos sido obsequiados com um "espelho" de nós mesmos que é, simultaneamente diferente.Um reflexo que nos completa. Eu também acho a minha vida muito mais rica por causa dos homens (bons) que conheço.

Bom fim de semana!

memyselfandi disse...

Oh! bondade sua =D

Anónimo disse...

Os dias tematicos de qualquer coisa sao palermas, embora a origem do dia da mulher seja bastante interessante, não faz sentido nenhum estabelecer um dia do ano para celebrar uma condiçao.
E alargo esta opiniao para o dia da criança, pai, trabalhador e do queijo fresco (sim, porque tambem existe)etc.

O meu universo tambem é feito de mulheres importantes

um abraço
2w

bagaco amarelo disse...

sósedas, obrigado. :)

memyselfandi, :)

2w, a origem do Dia das Mulheres é interessante, sim. Só que o estado da Economia actual e a regressão civilizacional das condições gerais do trabalho, fazem-me crer que o Dia da Mulher já não é isso. :)

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Infelizmente, os "Dias" disto e daquilo servem fundamentalmente o comércio e o consumismo, e esquece-se completamente o que se quereria recordar, homenagear, elogiar, etc...

Estudante disse...

:) plenamente de acordo! O Dia da Mulher só fará sentido quando não houver razões para que ele exista...

Fatyly disse...

Subscrevo e sinceramente este não me diz nada. Mas dizes sim e o que mais me tocou foi este de 8/3/2008:

O dia internacional da mulher comemora-se oficialmente desde 1909 e é uma comemoração dos feitos económicos, políticos e sociais alcançados pela mulher. Nasceu a partir de alguns movimentos de mulheres, durante o rápido processo de industrialização do princípio do século XX, primeiro nos Estados Unidos e depois, progressivamente, em vários países europeus. Hoje em dia é praticamente celebrado em todo o mundo. Esteve sempre ligado a movimentos políticos de esquerda e comemora-se a 8 de março por causa dum incêndio, provocado pela polícia de Nova Iorque, a uma fábrica de têxtil que fez cerca de 130 vítimas, todas mulheres.
Passaram-se, portanto, 150 anos desde esse incêndio e 100 desde o primeiro dia oficial da sua comemoração. O mundo mudou muito, para melhor numas coisas e para pior noutras, mas uma das coisas em que estamos todos de acordo é que este terceiro calhau a contar do Sol está definitivamente mais pequeno. Problemas políticos, sociais, ambientais passaram a ser de todos e não apenas de um sector da sociedade. Os problemas das mulheres devem, por isso, ser de todos também. Tal como os problemas dos homens, aliás.
Sei que há países em que a mulher tem que andar vestida com um lençol o dia inteiro, sei que há países em que se pratica a excisão feminina, sei que há países em que as mulheres são facilmente colocadas no mercado de aluguer do prazer, e também sei que isso é um problema meu também. Aliás, ainda sei mais algumas coisas, que na maior parte dos países os homens têm menos direitos sobre os filhos em caso de divórcio, que há países em que os homens têm um serviço militar obrigatório e as mulheres não, que há países em que os homens são recrutados ainda em crianças para exércitos privados, e também sei que isso é um problema de todos nós, homens e mulheres.
Não acho que um dia internacional do homem possa ajudar a resolver o que quer que seja, aliás, creio que só prejudicaria. Podia até parecer que os homens não precisam das mulheres para nada, porque esses problemas seriam mesmo só seus. Não é verdade. Talvez se pudesse, em vez disso, criar o dia mundial das pessoas. Talvez até todos os dias pudessem ser esse dia. Acho eu, sei lá.
O dia internacional da mulher é o princípio da separação e do corporativismo, da colocação da mulher num gueto criado por ela própria e não ajuda ninguém a não ser, talvez, alguém que ainda ache que as mulheres são um ser inferior.

Fatima disse...

Que lindinho!
Bjs.

Helenikon disse...

É mais o Dia da Mulherzinha. Brincando um pouco poder-te-ia convidar a associares-te às celebracöes da Igreja Católica no primeiro de Novembro e celebrar-mos o Dia do Homem todos juntos.

milkadreams disse...

Pena nem todos pensarem como tu o dia da mulher é só um estimulo para a humanidade mudar a mentalidade.

Anónimo disse...

O dia da mulher é historico...
e tal como o dia 25 de abril o dia de natal etc comemora se os actos daquele dia.
Por isso mesmo gosto do dia da mulher porque ficou na historia. E da mesma forma q nos lembramos de muitos q ficaram na historia enaltecendo os seus actos da mesma forma estas mulheres da fabrica e o seu acto heroico devem ser lembradas nem q seja uma vez por ano! nada tem a ver com o marketing do dia das mulheres.

Never Told Words disse...

Eu sou mulher e não "festejo" este dia! Ontem fartei-me de receber sms com "feliz dia da mulher" e respondi sempre da mesma forma "sou mulher todos os dias, não é so hoje!"

Paper disse...

Sou feliz por ser mulher, mas sou todos os dias, não necessito de um dia especial todos os anos para me lembrar disso, nem havia de ser necessário um dia especial para todos se lembrarem que a mulher é especial,(não deixando o homem de parte claro ehehe) :)

bagaco amarelo disse...

maria sem frio nem casa, exacto. :)

estudante, é mais ou menos isso, sim. :)

fatyly, eu conheço a história do Dia da Mulher. Só que infelizmente ela já não tem peso nenhum. :)

fátima, obrigado. :)

helenikon, actualmente é... :)

milkadreams, :)

anónimo, eu sei isso. aliás, já falei aqui disso, mas o dia da mulher também já não é isso. já não tem peso político nenhum... :)

never told words, nos dias que correm, é o que eu acho. :)

paper, exactamente. :)

Olga disse...

Muitas vezes penso que se tivesse nascido homem, certos aspectos da vida seriam mais fáceis. Provavelmente estou enganada por isso só me resta conformar com o facto de ser mulher, mesmo sem "especialidade" nenhuma. :)

bagaco amarelo disse...

olga, eu acho que não é preciso conformares-te com nada. nasceste mulher e isso é óptimo. :)

Helenikon disse...

Mesmo lendo a história por trás do Dia Internacional da Mulher acho
que é insultuoso para Elas. Sou da opiniäo que as pessoas devem ser
avaliadas e recordadas pelo seu mérito e pela sua contribuicäo para a sociedade.
Neste caso sobre a melhoria das condicöes de vida e de trabalho dum
povo que laborava em situacöes miseráveis: Eles e Elas.
A morte de seres humanos, numa fábrica em Nova York, vítimas de péssimas condicöes de trabalho, näo me choca mais do que a quase-morte dos mineiros do Chile ou de marinheiros no Kursk, etc, etc.
(excluíndo a hipótese da polícia propositadamente ter querido matar mulheres, algo que me parece inverosímel, mas näo impossível, tendo neste caso paralelos
com os campos de concentracäo Nazis. Isso fazer-me-ía mudar de opiniäo)
E o que é que se retem desta história concreta de luta por melhores condicöes de trabalho, que nos afecta a todos? ... que os trabalhadores presentes na famigerada fábrica de Nova York podiam amamentar.
Acho triste, insultuoso e de um mau gosto atroz ... para Elas.

Anónimo disse...

Desculpem-me discordar só um pouco... é que para além das razões históricas que lhe assistem e que podem até já estar ultrapassadas nos nossos dias e na nossa cultura, o dia internacional da mulher é mais um pretexto para que o homem possa exprimir o quão importante determinada(s) mulheres são na sua vida, é mais um miminho, uma forma de conquista. Este ano nenhum homem me desejou um feliz dia da mulher e confesso que fiquei triste... Mas depois deste meu desabafo de fim do dia, 2 ou 3 amigos fizeram-no e soube mto bem, acreditem! ;-) Obrigada Marco.

bagaco amarelo disse...

helenikon, boa. :)

anónima, percebo bem isso. a sério. :)