7.22.2008

conversa 857

Ela (mascando uma pastilha elástica) - Os movimentos da boca quando temos uma chiclete na boca são parecidos com fazer uma mamada a um gajo.
Eu (silêncio)
Ela - Estás a pensar o quê?
Eu - Se uma noite destas acabarmos na mesma cama, lembra-me de ter cuidado contigo.
Ela - Porquê?
Eu - Por razões óbvias.
Ela - Quais são as razões óbvias?
Eu - Não gosto que me mordam.
Ela - Nem no pescocinho?
Eu - Nem no pescocinho...

10 comentários:

Ana disse...

As 3 primeiras linhas e a finalização do post fizeram-me lembrar uma conversa animada com uns amigos meus no domingo, sobre casos insólitos nas urgências dos hospitais :) tipo um caso de um homem com a ita cuja mordida violentamente e a mulher dele com uma queimadura enorme do alto da cabeça que entram nas urgências em simultâneo :D
Coincidência? I don't think so ;)

Isa disse...

pescocinho em itálico? (a rir perdidamente)!!!!

ceptic disse...

LOL

medoo, hem?!

joana disse...

Oh! Umas dentadinhas de amor até que tem piada.

vita disse...

loooooool

Oh bagacito..umas dentadinhas ao de leve é bom..lool

bagaco amarelo disse...

ana, lol... esta tb foi uma conversa animada... mas sem violência. :)

isa, é um pescocinho torto. :)

ceptic, muito medo. :)

joana, nem sempre... a sério. :)

vita, depende do sítio. :)

arco-íris negro disse...

nem umas dentadinhas de tesão?
oh homem...

bagaco amarelo disse...

arco-íris negro, lol... gostei do "oh homem" :)

arco-íris negro disse...

é como falo *blush*

bagaco amarelo disse...

arco-íris negro, :)