12.09.2007

cimeira Europa/África

Marido e mulher vivem juntos mas já não se conseguem aturar um ao outro. Dormem em quartos separados, cozinham cada um para si a horas diferentes e compraram uma televisão nova porque gostam de programas também diferentes. Só falam um com o outro para discutir quem é que deve pagar as contas da água, do gás e da electricidade. Às vezes também embirram porque precisam de ir à casa de banho ao mesmo tempo e, ou ela gasta horas a pintar o cabelo e a fazer a depilação, ou ele se põe a ler o jornal enquanto defeca. No entanto, quando saem para encontros sociais, vão juntos e fingem que está tudo bem na relação. No fundo, discutem muito mas continua sempre tudo na mesma.
Na cimeira União Europeia/África, que terminou hoje em Lisboa, tentaram sorrir um para o outro mas não conseguiram. Acabaram por discutir um bocadinho mas sempre com a voz baixa, não fosse alguém perceber que a relação está em crise. Amanhã vai continuar tudo na mesma: no Zimbabué, no Sudão e em Cabinda, por exemplo. Entretanto, a Europa vai fazendo a depilação no corredor enquanto África lê o jornal e caga.

10 comentários:

Unknown disse...

É que é isso mesmo! :)

Ivar C disse...

joana, :)

Anónimo disse...

Cá para mim parece-me um casamento de conveniência e em que o pai bate nos próprios filhos e a mãe toda empertigada fala dos direitos humanos... mas o que realmente quer é sacar as jóias que o marido tem... Será assim...?

E será que se vão divorciar? ;-)

Ivar C disse...

pois rui, mas os casamentos de conveniência não acabam... :)

Anónimo disse...

Como já era de esperar ficou tudo na mesma. As "conveniências" eram imensas para se alterar o que quer que fosse.
Entretanto, o Zé Povinho pagou estes luxos
Carla

Ivar C disse...

carla, é que nem ficou tudo na mesma. ficou pior. agora até as expectativas do envio duma força internacional para o Sudão desapareceram, por exemplo.

Anónimo disse...

e é o mundo que temos que aproveitou este país que temos para virem cá jogar um bocadinho aos politicos. Paga zé que te f...s para veres estes palhaços armados em celebridades. é que nem à madonna lembraria de certeza exigir uma tenda pra lá por camelos e coisas que tais (camelos de duas patas, entenda-se porque os desgraçados originais deviam rapar frio e é se queriam). No fim de tudo, o Sr. não-sei-se-realmente-é-engenheiro Socrates deve ter dito "Porreiro pá" :P

Ivar C disse...

sungod, e depois fintou um camelo a fingir que lhe ia apertar a mão. :)

Anónimo disse...

lol
sim porque segundo segundo dizem as más linguas o rapaz nem gosta de camelas eheheh (agora que penso nisso que razão teria então o homem para se desviar de um camelo??? hmmmmm)

Ivar C disse...

lololololololololol