7.25.2012

conversa 1925

(no café, ela a tirar um cigarro da carteira)

Ela - Vou lá fora fumar.
Eu - O.k.
Ela - Não vens comigo?
Eu - Não, estou a ler o jornal.
Ela - Eu e o maldito vício do tabaco. Já venho.
Eu - Quando eu te conheci tu não fumavas, pois não?
Ela - Não. Vê lá tu, comecei a fumar com vinte e nove anos. Já tinha idade para ter juízo...
Eu - Pois, isso já não é idade para começar a fumar. Normalmente, ou se começa quando se é adolescente ou então já não se começa...
Ela - Dispenso é a tua moral. Obrigado, não preciso.
Eu - Não é moral nenhuma. É uma constatação. Tu própria disseste que já tinhas idade para ter juízo...
Ela - Eu posso dizer o que eu quiser sobre mim, mas dispenso o julgamento dos outros. Vou fumar sozinha e ainda bem.

28 comentários:

lu de lúcia disse...

Que complicada. Ainda por cima tinhas razão!

Smile disse...

Imaginei-te nessa conversa com uma amiga, tem a moral toda, mas dispensa a dos outros (quando não convém)

Bagaço Amarelo disse...

lu de lúcia, nunca sei se é complicada ou simplista. :)

smile, no fundo até é uma boa estratégia, essa. :)

Maria disse...

Ahahah, por vezes gostava de poder dizer a ultima frase que ela te disse a algumas pessoas. Dava jeito.

Anónimo disse...

Concordo com a moça. Se ela tem consciência, não precisa que lhe "escarafunchem" a ferida! :)

Etelvina

Bagaço Amarelo disse...

maria, vou fumar sozinha... podes dizê-la sempre. :)

etelvina, mas eu nem estava a escarafunchar nada... se não fosse ela. :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Mas por que raio lhe foste tu lembrar que quando a conheceste não fumava? Estavas a pedi-las, é um facto ;p

Malena disse...

Eu responder-lhe-ia como gosto de fazer nessas ocasião: Merdinha!! ;)

Bagaço Amarelo disse...

Mam'Zelle Moustache, lembrei-me na sequência da conversa... :)

malena, lol... não me apetece apanhar. :)

Estudante disse...

Criticarmo-nos tudo bem; ouvir as críticas dos outros já é mais difícil :P às vezes, até nos criticamos à espera que os outros nos contradigam... somos um ser estranho x)

Anónimo disse...

LOL.
Ainda bem que não trabalhas em diplomacia...
EJSantos

Bagaço Amarelo disse...

estudante, estranho q.b. delicioso também. :)

ejsantos, por acaso não tenho jeito nenhum... :)

Plim disse...

Tumbas, toma lá para aprenderes. "...sozinha e ainda bem" ;p

Quase nos "entas" disse...

Há coisas que começamos a fazer em alturas da vida que não fazem sentido...mesmo...
Mas ela há-de descobrir o seu timming para parar....:)

Bagaço Amarelo disse...

plim, estou sempre a aprender, ou seja, nunca aprendi que chegue. :)

quase nos "entas", terá que o fazer, sim. :)

Josh Gottam disse...

Isso não é ficção... :)

Bagaço Amarelo disse...

josh gottam, não. :)

Luís Parttime disse...

grande verdade aqui implicita!

Bagaço Amarelo disse...

luís parttime, :)

Fatyly disse...

Pois...

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, :)

Alda B. disse...

Estranha conversa....

Vincent Silver disse...

Uma pessoa deve ter humildade suficiente para aceitar certas coisas. E se foi ela que começou a conversa, não se percebe como a acaba.

Bagaço Amarelo disse...

alda b, :)

vincent silver, the story of my life. :)

Vincent Silver disse...

Pode ser a maior asneira do mundo o que vou dizer pois não tenho dados suficientes para puder saber isto que vou dizer mas.... Pareces ser uma pessoa muito calma que demora tempo a fazer julgamentos e tenta dar o beneficio da duvida ás pessoas. E que este tipo de coisas já não te chateiam tanto, como iria chatear a outras pessoas. Mas mais uma vez, pode ser impressão minha.

Bagaço Amarelo disse...

vicent silver, quando me chateio é sempre muito mau. ainda bem que é raro. :)

Vincent Silver disse...

Mas pareces uma pessoa muito pacifica. Toda a gente tem limites, se não iríamos acabar por ter surtos psicóticos temporários ou não

Bagaço Amarelo disse...

vicent silver, sou pacífico, sim. e totalmente anti-violência, seja de género for. :)