4.05.2012

Assim vai ser difícil casar

Há mulheres encantadoras, tão encantadoras que não devia ser permitido que homens banais se sentassem ao lado delas nos transportes públicos. Há homens banais, tão banais que não devia ser permitido que se sentassem ao lado de mulheres.
O homem banal sentou-se mesmo à minha frente, no comboio, com cara de poucos amigos, e começou a praguejar por causa dum idoso qualquer que tinha demorado muito a comprar o bilhete na máquina automática. A mulher encantadora continuou a ler umas fotocópias que, suponho eu, teriam a ver com a sua actividade profissional ou académica. Eu continuei a ler o meu livro do Murakami. Acho que tanto eu como ela só queríamos silêncio, mas não o tínhamos.
Foi ela quem decidiu falar primeiro, e disse-lhe aquilo que é óbvio. Que as novas máquinas automáticas da CP podem ser complicadas para algumas gerações pouco habituadas às novas tecnologias, que o dever dele era ter ajudado primeiro e protestado depois. Evitei entrar na discussão, porque logo à partida percebi que não valia a pena, e foi isso mesmo que me encantou nela: insistiu. As mulheres encantadoras nunca desistem facilmente dum homem banal. É um dos seus encantos. Foram precisos, aliás, dez minutos para ela perceber aquilo que eu já tinha percebido. "Assim vai ser difícil casar", disse-lhe ele. 
Os homens banais acham que uma mulher que argumenta não é boa para casar, por isso mesmo. A banalidade não consegue ser dialéctica. Não evolui. Um homem banal hoje é igual a um homem banal medieval. Nasceu, vive a protestar porque os idosos o fazem perder tempo, e depois morre. É isso que é ser banal. Ela encantou-me porque ainda luta contra essa banalidade. Eu não consigo. Sou banal.

44 comentários:

ladybug disse...

Eu argumento... e se calhar é por isso que ainda não casei... tá difícil...Não sei se sou a excepção

Su disse...

Muito muito bom! Como sempre aliás... ;)
A conclusão foi deliciosa... Até consegui entender-me!

Bagaço Amarelo disse...

ladybug, :)

su, lol. obrigado. :)

Sol de Dezembro disse...

Gosto tanto de te ler!
É que gosto mesmo...

Bom fim de semana prolongado ;)

Bagaço Amarelo disse...

sol de dezembro, obrigado. :)

Fatyly disse...

Não é por acaso que dizem que os homens temem mulheres inteligentes, estarei errada?

Eu faria o mesmo que essa senhora, aliás sempre tive essa postura, não me calo a nada e educadamente ponho as pintas nos is.

Tu podes ser muita coisa, mas banal? jamais, jamais e não acredito!

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, é isso mesmo. temem sim... pelo menos os banais. :)

Lili disse...

muito bom!
de banal (est)as mulheres não têm nada - aliás se as houvesse em maior número, talvez a coisa andasse mais certinha e não existiriam certamente tantos homens banais!

V* disse...

belo texto!
será que é por isso que (também) ainda não casei?...

Bagaço Amarelo disse...

lili, :)

v*, até parece que não casar é mau... :)

Lemon disse...

Estou encantada com o texto. Obrigada, gostei muito :)

Bagaço Amarelo disse...

lemon, eu é que agradeço. :)

Carmo disse...

Muito giro, mesmo.

:)

Bagaço Amarelo disse...

carmo, obrigado. :)

maria madeira disse...

A esta frase 'Os homens banais acham que uma mulher que argumenta não é boa para casar, por isso mesmo', eu perguntaria do alto da minha assumida ignorância, se são só os homens ditos banais que pensam este tipo de coisas? É uma dúvida que persiste neste meu quase sempre estado de inquietação.

60 Sinais disse...

Eu argumento e sim...mesmo por isso será dificil casar. Não guardo um pensamento para mim e não me deito com nada atravessado. Serei solteira e nem para tia me devem querer =P
Bom fim de semana*

Estadista de Algibeira disse...

Infelizmente ainda há muitos homens medievais, que acham que as mulheres têm de concordar com tudo o que eles dizem e estar caladinhas...

Bagaço Amarelo disse...

maria madeira, a sério que eu sou capaz de me apaixonar pela argumentação duma mulher. isto é tão a sério, que é por isso que me sinto apaixonado nos tempos que correm. :)

60 sinais, os homens não são todos banais. :)

estadista de algibeira, pois há. é verdade e pronto. :)

naiane disse...

Qual é o livro do Murakami que está a ler?

Bagaço Amarelo disse...

naiane, "A Rapariga que Inventou um Sonho", é um livro de contos. Dele também já li "Kafka à Beira-Mar" e "Sputnik, Meu Amor". :)

Lígia Gomes disse...

Adorei o teu blog, cheio de sinceridade! Visitas o meu?

ligiaecompanhia.blogspot.pt

Bagaço Amarelo disse...

lígia gomes, já lá fui, mas não tinha posts. tentarei outra vez. obrigado. :)

memyselfandi disse...

quem dera fossem uma raça em extinção, mas infelizmente... partilhando! =)

Bagaço Amarelo disse...

memyselfandi, obrigado. :)

C. disse...

engraçado, sinto sempre isso. que argumentar me afasta dos homens no geral. mas tenho esperança que haja alguma mente iluminada que ache algum encanto nisso ;)

és sempre maravilhoso de ler! e este foi um dos meus preferidos de sempre - obrigada por isso!

Bagaço Amarelo disse...

c. obrigado. :)

redonda disse...

Gostei deste texto e da imagem da mulher encantadora. E quem escreve como tu escreves, nunca poderia ser banal.
beijinho
Gábi

Estudante disse...

Adorei :D que bela forma de começar o dia, assim com um texto "inspirador".

Espero que tenhas tido uma Páscoa feliz ;)

Raquel disse...

Adorei! Parabéns tens bastante jeito e sabes cativar o leitor! Continua assim :)

Paula disse...

Muito bom.

Paula disse...

Muito bom.

Brisa disse...

Mas de onde lhe vem tanta inspiração???
Sobre o texto, inteligência e banalidade não casam, pois claro. Infelizmente, banalidade é o que mais abunda...

johny B. Good disse...

espectacular. gostava de não ser banal. pelo menos tenho esperança de não o ser :)

bee disse...

permite-me discordar. acho que deves ser tudo menos banal...

Bagaço Amarelo disse...

redonda, obrigado. :)

estudante, obrigado. :)

raquel, , obrigado :)

paula, obrigado. :)

brisa, eu nem sequer acredito em inspiração... mas obrigado pela simpatia. :)

johny B. Good, :)

bee, , obrigado :)

Helena disse...

Realmente, acho que ainda é assim, sendo o homem banal ou não. Qualquer mulher que pareça que sabe pensar por si é assustadora, para os primeiros, e admirável, para os restantes. Mas, em geral, acabam por preferir aquelas que, à partida, nunca os irão desafiar...

Gostei tanto... gosto da tua escrita!

Bagaço Amarelo disse...

helena, obrigado. :)

Mariana disse...

Que texto estupendo, escrito de tal forma que quase parece que se está a ter uma conversa cara a cara contigo.

E sim também pertenço à classe de mulheres que apelidam de "refilonas", o poder argumentativo deve ser de difícil digestão para alguns homens ;)

BTW, ADORO o blog

Bagaço Amarelo disse...

mariana, obrigado. :)

Desnorteada disse...

Este texto é fantástico! Talvez até o roube e coloque no meu blog... (posso, não posso?) :) Mas antes, queria deixar-te uma questão: afinal, por que é que os homens temem mulheres inteligentes??? Se conseguires explicar, tiras-me uma grande dúvida de vida... :D Beijinhos

Bagaço Amarelo disse...

desnorteada, os homens que temem mulheres inteligentes são os que têm medo se ver revelada a sua burrice. podes fazer o que te apetecer, eu só agradeço. :)

Desnorteada disse...

Bem que me quis parecer... :P

Bagaço Amarelo disse...

desnorteada, :)

H. Santos disse...

Também não tenho paciência para neandertais, sou banal bagaço!?