2.08.2012

respostas a perguntas inexistentes (195)

Ainda me Amas?

Quantas vezes um homem pergunta a si mesmo se ainda é Amado por quem Ama? Muitas. Tantas que às vezes perde a noção e começa a perguntá-lo em voz alta.
O problema do Amor é que não vai lá com conversa. Ninguém se convence que é Amado pela via verbal, mesmo que finja que sim. O amor precisa de pele, de carne e de cheiro. Enfim, precisa do corpo. Um bom vendedor pode conseguir vender um pente a um careca, mas não consegue convencer ninguém da sua paixão. A não ser, claro, que ela exista mesmo. Esse é o problema do Amor, embora também seja a sua maior vantagem.
Todas as mulheres o sabem, os homens é que nem por isso. Um homem que pergunta muitas vezes a uma mulher se ela o Ama é por norma um homem inseguro, uma mulher que faz o mesmo a um homem é uma mulher que gosta de ouvir repetidamente aquilo que já sabe. É segura de si, portanto. Nos dias que correm só gosto do Amor que respira silêncio, que é no toque desse silêncio que sinto a sua certeza.
Outra coisa que as mulheres sabem e os homens não, é que é sempre através das palavras que o Amor decide mentir. Nunca através dos gestos. Talvez seja por isso, aliás, que é contraproducente um homem exagerar na pergunta "Ainda me Amas?". Pode parecer que se está a querer convencer a si mesmo de qualquer coisa. E as mulheres sabem-no.

26 comentários:

Cláudia L. disse...

ai ai... tão bem escritinho!

Sintonia disse...

Acho que já te disse que gosto do que escreves. volto a dizer!
Peço permissão, mas adianto-me, vou roubar! Com a devida referência, como é claro! Se não gostares, diz-me que eu retiro o post =)

Beijinho *

e parabens +.+

bagaco amarelo disse...

cláudia l, obrigado. :)

sintonia, só te agradeço. :)

doroteia disse...

portanto, homens deste país: deixem as palavras e as perguntas de lado, passem à acção! :D

Fatyly disse...

Tal e qual e que dizer mais? Apenas que compreendes bem as mulheres, mais do que elas julgam:)

Gostei imenso!

bagaco amarelo disse...

doroteia, exacto. :)

fatyly, obrigado. :)

Moa disse...

ora, nem mais! Disseste tudo

marie disse...

Adorei o teu texto :) É que devria ser mesmo assim, o amor, silencioso nas palavras!

bagaco amarelo disse...

moa, :)

marie, obrigado. :)

Leonor disse...

Muito bonito.

"...só gosto do Amor que respira silêncio..."
é o climax ! de saber amar e ser amado.

Bj

POC disse...

Grande texto. Mais um. Carrega @bagaco amarelo.

Os gestos valem mais que qualquer palavra. E fico por aqui.

http://simaoescuta.blogspot.com

bagaco amarelo disse...

leonor, obrigado. :)

poc, obrigado. :)

Brisa disse...

Sem tirar ne pôr. O Amor revela-se no silêncio das palavras e no som dos gestos. Como sempre, na mouche, este post :)

bagaco amarelo disse...

brisa, :)

cheek disse...

mas quebrar o silencio com palavras como estas vale bem a pena!

bagaco amarelo disse...

cheek, obrigado. :)

aNa disse...

olha não sabia, mas assim já fiquei a saber... belo texto, belas palavras.
:)

bagaco amarelo disse...

aNa, lol. obrigado. :)

Nervosinha disse...

Concordo totalmente. O amor faz-se de gestos. Roubei-te o texto com o respectivo link. Espero que não te importes :)

Mikas disse...

«O amor precisa de pele, de carne e de cheiro.» nada mais verdadeiro. :)

S. disse...

e quando perguntam repetidamente "gostas dos meus beijinhos?", é igual? é a insegurança, a vontade de ser perfeito?

м♥ disse...

Muito bom post.

J❤ana disse...

«O problema do Amor é que não vai lá com conversa. Ninguém se convence que é Amado pela via verbal, mesmo que finja que sim. O amor precisa de pele, de carne e de cheiro. Enfim, precisa do corpo.»

Bem observado e tenho dito ;)

Parabéns pelo blog, são frases destas que me fazem lembrar o bom que é vir até aqui ;)

bagaco amarelo disse...

nervosinha, obrigado. :)

mikas, :)

s, ena! nem sei que te diga... :)

m♥, obrigado. :)

j❤ana, obrigado. :)

Lianita disse...

Nem mais!!!

bagaco amarelo disse...

lianita, :)