2.15.2012

o amor é uma alienação...

A pedido de um leitor, publico aqui um texto seu, com votos de que o Amor lhe corra bem...

Como posso amar a Lua depois de visto o Sol?
Não há nenhuma relação de amor que seja fácil. O primeiro a dizer que amar é fácil... engana-se... Está errado! Muito errado! Amar é com paixão é sofrer, sempre! A própria paixão é ela mesma sofrimento! E se não houver sofrimento não há paixão!.
Os portugueses para chegar à India muitas tormentas atravessaram, algumas por traições, outras por corsários, outras pelos velhos do Restelo... E finalmente até por um Adamastor e um cabo das tormentas que se tornou da Boa Esperança. Mas como diz o poeta, quem quiser passar pelo Bojador tem de passar para além da dor!
Eu espero dobrar esse cabo, ultrapassar esses inimigos, combater e vencer esses corsários,e os velhos do Restelo que desapareçam... E que o Adamastor venha a cair no mar... e a Boa Esperança seja sempre o horizonte...
A nossa relação não começou da melhor maneira, foi pura atracção, uma paixão ardente.... Não sabia o quanto viria a desejar-te, a amar-te... e o quanto te amo...
Nestes anos, tenho passado por noites sombrias, mas desejava tanto aquele dia branco. Aquele mesmo dia que tu desejas, com um mar de beldona. Não consigo. Não sei lidar em ter-te fisicamente ao meu lado e ao mesmo tempo não te ter. Dizes que sou horrível, que sou a pior pessoa, que quem gosta, que quem ama não faz o que faço... Mas o que faz? Declarações de amor? E eu faço... E tu dizes que também não... Que não sei aceitar um não? Devo reprimir o amor que sinto por ti?
Que posso fazer? Deixar de te amar? Sim... Se calhar fará sentido... Contudo ninguém acreditou em Cristóvão Colombo, ninguém acreditou em Vasco da Gama, mas todos conseguiram... Eu sei, eu não sou um descobridor nem um navegador... mas acredito que navego neste mar tempestuoso e um dia hei de a chegar ao teu coração... E tu voltarás a amar-me... E aí dirás: afinal tens razão... "O amor é uma alienação..."
Como eu não percebo as mulheres, mas sei o quanto te amo e sei que vou lutar por ti até ao fim... Até dizer: enfim, nós!
Amo-te!

E.F.

11 comentários:

Blue Eyes disse...

Oh pá que lindo!! E olha que não é fácil escrever o amor!! ;)

cycle disse...

Fizeste lembrar-me de "O Amor em tempos de cólera"

bagaco amarelo disse...

blue eyes, :)

cycle, não fui eu. o texto não é meu.
é do E.F. :)

BaBy_BoY_sWiM disse...

Quem me dera que o amor corresse mesmo bem...

Obrigado pela publicação o texto...

Abraço

bagaco amarelo disse...

BaBy_BoY_sWiM, eu é que agradeço. :)

Bruno Martins disse...

Mais do que eloquente, é bonito ver-te expores-te. Não sentir vergonha de dizeres o que sentes.

Nem todos os homens são capazes de o fazer.

Parabéns e... calma. às vezes, leva tempo para percebermos que gostamos de uma pessoa. As mulheres não são assim tão diferentes de nós. Tb fazem contas à vida, tb têm dúvidas, tb se inflamam, tb se excitam, tb se desiludem e... tb amam. Muito.

Perseverança!

Ab
BM

bagaco amarelo disse...

bruno martins, este texto não é meu. é de um leitor. :)

Cláudia L. disse...

Bom texto do E.F. :)

bagaco amarelo disse...

cláudia l, :)

Anónimo disse...

o texto não parece uma declaração de amor.

porque no amor não há que lutar por nada, ele flui, é uma energia invisivel entre dois corações...

tudo o que implique luta, e imposição de uma vontade, é um negócio e poder ou melhor tentativa de exercicio dele!

e claro, que é preciso coragem, honestidade e conhecimento para se distinguir estas coias, que são bem distintas!

Fatyly disse...

E.F.

Adorei esta exposição de sentimentos fortes e que acredito que sintas, mas não vás pelas façanhas de Colombo, Vasco da Gama e velhos do Restelo, etc, vai apenas por ti e acredita numa coisa que hoje sei que é das mais puras e dolorosas verdades mas que o tempo me mostrou e felizmente já se desvaneceu:

- deverás trabalhar, pensar, navegar, dar espaço e ponderar para e por ti mesmo que ames muito...porque ninguém, mas ninguém MESMO consegue fazer que alguém nos ame como amamos. e que também não têm culpa alguma.
Pura perda de tempo e quando deres por isso passaste os melhores anos da tua vida a lutar pelo que desejas e por vezes entra-se por caminho tenebrosos num desgaste dantesco e portanto...cuida-te!

Não insistas e dá tempo ao tempo que o tempo te dirá e o que tiver de suceder, sucederá!!!