8.23.2010

pensamentos catatónicos (216)

O problema do amor é vir com a idade. A idade estraga sempre tudo porque nos faz pensar na morte. Não na morte como uma tragédia iminente mas pelo menos como uma inevitabilidade. É por causa desse fim que achamos que está sempre qualquer coisa mal. Se fossemos eternos não havia problema nenhum porque podíamos tentar sempre outra vez até que o Amor saísse perfeito. Só que não podemos, por isso é que as vicissitudes do Amor nos irritam tanto.

13 comentários:

OlharCurioso disse...

Gosto quando um texto pequeno me faz pensar.
Gosto quando exporadicamente venho ate aqi e encontro sempre algo que me faz rir ou me faz virar para dentro as emoçoes.

Nao sei se "o problema do amor ´´e vir com a idade", eu cá acho que só existe amor com a idade :D.

Mas concordo que o facto de sabermos que existe um fim, nos apressa para encontrarmos o amor, ou alguem... so para nao terminarmos sozinhos...

E triste essa realidade, mas é a prova que o ser humano nasceu para se relacionar, e enganem-se aqueles que acham que nao precisam de ninguem... pq todos precisamos de alguem.

Continua :) ****

R. disse...

E não é que estás cheio de razão?

R.

Eclipse com Amor disse...

o sentimento do Amor é sempre perfeito o que por vezes é imperfeita é a nossa forma de o manifestar...

Só mais uma coisinha acerca do teu original título: "As mulheres não são para compreender, são para Amar".

Beijos Lua

Girl in Motion disse...

nunca tinha pensado nisso, mas é realmente verdade. depois temos a urgência de fazer as coisas certas e a frustração de não o conseguir.

Fatyly disse...

Achas mesmo? não acredito e se fossemos eternos, muitos e muitas seriam uns eternos impacientes, insatisfeitos, embirrantos e...mais não digo!

memyselfandi disse...

You might have a point, there... =)

bagaco amarelo disse...

olhar curioso, obrigado. sim, o amor só vem com a idade, por isso é que o problema é o amor vir com a idade, e estamos de acordo no porquê. :)

r, alguma, pelo menos. :)

eclipse com amor, nem isso compreendi totalmente. :)

girl in motion, é o que eu acho. :)

fatyly, diz-se isso do comum mortal. :)

memyselfandi, :)

GiGi disse...

Não gostei deste escrito.

bagaco amarelo disse...

gigi, :)

Daniela disse...

Não creio que a eternidade da vida fosse o caminho para a plenitude do amor ou que de alguma forma permitisse que o amor saísse perfeito.
O Homem, é por natureza um ser insatisfeito e procura a todo o momento aquilo que não tem...
A única coisa que acalma essa luta incessante pelo desconhecido é precisamente a efemeridade da vida! De certa forma, ao fim de uns anos começamos a perceber que não temos mais tempo para procurar e resignamo-nos a dar valor ao que efectivamente já alcançamos...
De contrário, continuaríamos em busca de uma perfeição inatingível!
Daí que o amor venha com a idade, quando somos jovens parece que o tempo é eterno e raramente temos pressa de encontrar a pessoa amada... mas quando esse mesmo tempo nos escorrega das mãos já olhamos para isso com mais carinho!
Deus nos livre se vivêssemos para sempre... não éramos de ninguém...

bagaco amarelo disse...

obrigado daniela. :)

Maria Albertina disse...

:)

bagaco amarelo disse...

maria, :)