6.18.2015

preconceituoso australopiteco e homossexual não assumido

Sou heterossexual. Sempre fui. Não tenho nenhum orgulho nisso. É apenas o que sou, resultado duma equação que envolve biologia, cultura e uma vida inteira. Fruto do que sou, são sempre mulheres que me fazem rir ou chorar de Amor e é por isso que, numa tentativa de me reconhecer ao espelho, às vezes mais séria, outras vezes menos, fiz um blogue chamado "Não Compreendo As Mulheres.
Estava triste, quando o criei, por causa duma mulher. Neste momento estou feliz por causa de outra. O futuro não sei como será. Tento não pensar nele.
Só estou a escrever isto porque recebi um comentário anónimo que, entre outras coisas, me chama um "preconceituoso australopiteco e homossexual não assumido" (sic).
Já que falo nisto, não sou homossexual nem, se o fosse, teria um orgulho muito especial por sê-lo. Também não teria vergonha. A orientação sexual de cada um é apenas uma característica que não determina nada de importante. Fico à espera, apenas, que um dia destes as pessoas deixem de pensar nisso como um bicho de sete cabeças e consigam ter uma vida sexual e amorosa sem macaquinhos na cabeça. A não ser, claro, que os macacos na cabeça façam parte dum fetiche qualquer.

9 comentários:

EJSantos disse...

"preconceituoso australopiteco e homossexual não assumido"
Uau! Que prosa maravilhosa. Espero quen tenhas dado uma boa gargalhada!

Mam'Zelle Moustache disse...

Muito bem dito.
Nada a acrescentar.
:)

Bagaço Amarelo disse...

ejsantos, vou dando. :)

je suis d'accord, :)

Til disse...

Acho fantástica a importância que estás a dar a um anónimo;)

Bagaço Amarelo disse...

til, as pessoas são importantes. eu dou-lhes importância. :)

JOSÉ LUIZ FERREIRA disse...

Os australopitecos tinham preconceitos? As coisas que se podem deduzir de meio crânio, um fémur e duas ou três vértebras!

Bagaço Amarelo disse...

JOSÉ LUIZ FERREIRA, lol! :)

Lily disse...

Textos sempre fantásticos... mas este, em particular, só me dá vontade de dizer: é mesmo isso!

Lily disse...

Textos sempre fantásticos... mas este, em particular, só me dá vontade de dizer: é mesmo isso!