5.04.2015

respostas a perguntas inexistentes (306)

O Segredo Duma Vida Estúpida

As mulheres têm um segredo. Sabem que a vida é uma coisa estúpida, só não o dizem a ninguém. Se as mulheres dissessem aos homens que a vida é estúpida, os homens iam tomar isso como uma ofensa, porque no seu brilhante egoísmo pensariam, não na vida, mas sim na vidinha. A deles.
O segredo delas é maior. Sabem que a vida tem o lado biológico da reprodução da espécie e que ninguém consegue perceber muito bem porquê. Sabem que só existimos quando calha termos um corpo e que, quando o temos, não sabemos muito bem o que fazer com ele. O Amor é uma excepção à estupidez. É esse o segredo delas, Todas o têm, mesmo quando não sabem que sabem isto.
Uma mulher fica desiludida quando é enganada no Amor, um homem fica fodido. São coisas totalmente diferentes. A mulher passa a depositar esperança num hipotético Amor futuro, um homem faz o balanço dos despojos.

- Pelo menos dei umas quecas! - pensa.

Ser enganado no Amor, para quem tiver dúvidas, não é o mesmo que aquilo que se costuma chamar traição ou, para os mais terra à terra, ser encornado. Ser enganado no Amor é pensar que se é Amado quando, de facto, não se é. Em todos nós há enganos de Amor de uma vidinha inteira e enganos de cinco minutos.
Os enganos de cinco minutos são mais femininos, os enganos de uma vidinha são mais masculinos. Isto quer dizer que a mulher pode deixar de Amar um homem durante cinco minutos e aguentar a coisa, um homem pode não Amar uma vida inteira e aguentar na mesma essa coisa. Lá está, pelo menos deu umas quecas. A coisa é o casamento.
Quando um homem descobre que não é Amado durante cinco minutos, explode. Lá está, fica fodido. Quando uma mulher descobre que não é Amada uma vida inteira, vai-se embora. Lá está, sabe que o Amor é o segredo duma vida estúpida. Não faz fretes.



O próximo WFC é sobre desmistificar o Amor e a forma como o pensamos e vivemos. Vão estando atentos...

9 comentários:

Anónimo disse...

Texto cheio de sensibilidade.
É verdade o que aqui diz!
Foi um dos textos que mais gostei de ler.
Matilde

Bagaço Amarelo disse...

Matilde, obrigado. :)

Manoel José de Santana disse...

Amigo(a) é um prazer eu fazer uma visita ao teu maravilhoso Blog. Um abraço: Manoel Limoeiro de; Recife - PE.http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Maria Eu disse...

Rapaz, tu tens um dom, caramba! E dos bons! :)

Beijocas.:)

Bagaço Amarelo disse...

Manoel José de Santana, grande abraço para o recife. :)

Maria Eu, Beijos e obrigado pela presença. :)

Anónimo disse...

Exato!É isso!

Depois deste texto devias mudar o nome do blog para:
Eu compreendo as mulheres!

Na mouche!
Maravilhoso texto!

Ass: a caboverdiana em lisboa

Bagaço Amarelo disse...

a caboverdiana em lisboa, a incompreensão pode ser tão boa... :)

Anónimo disse...

Rssss
Ai o ser humano!

Pois... se calhar é na tentativa de compreensão que está a graça.
Continua!

Ass: a caboverdiana em lisboa

Bagaço Amarelo disse...

Ass: a caboverdiana em lisboa, claro que é... a dialéctica é que faz o mundo mudar. :)