5.29.2015

Desde que esse alguém fosses tu.

O Amor vai sempre contra nós. Por Amarmos, sentimo-nos dependentes desse Amor. Por nos sentimos dependentes, buscamos a independência. Para buscarmos a independência fingimos que não Amamos. Como não conseguimos fingir muito tempo, voltamos ao princípio. Amamos e sentimo-nos dependentes.
Que merda!
Talvez um dia destes eu Ame alguém que me Ame exactamente da mesma forma. Era a melhor coisa que me podia acontecer, apaixonar-me de novo por aí. Desde que esse alguém fosses tu outra vez.

www.wfc.pt

8 comentários:

Lullaby disse...

isto de nos amarem da mesma forma tem probabilidades mais infinitas que o euromilhões, mas no fundo parece tão simples não é?
bom fim de semana :)

Bagaço Amarelo disse...

Lullaby, é. Bom fim de semana. :)

Estudante disse...

Que bonito :)

Bagaço Amarelo disse...

estudante, :)

Anónimo disse...

Ai ai ai!
Tu e as palavras...
Eu às vezes sinto isso e desejo isso.
Era tão bom que o amor fosse assim...sincronizado!
Mas não é... por causa do medo dessa dependência.. (sinto isso e sinto-o por parte do sexo oposto)
:(

Ass.: a caboverdiana em Lxa

Bagaço Amarelo disse...

a caboverdiana em Lxa, é tão bom termos noção disso. :)

pingodemel disse...

a vantagem de nos apaixonarmos per pessoas que já amamos ( a meu ver é claro) é poder saltar aquela fase (que eu acho uma seca) de as pessoas "se irem conhecendo" ... é melhor apaixonarmo-nos por quem já conhecemos :)

Bagaço Amarelo disse...

pingodemel, pois... eu não acho seca. acho até empolgante. :)