4.30.2015

respostas a perguntas inexistentes (305)

O tamanho do mundo

O tamanho do mundo altera-se com o Amor. É mais pequeno quando vivemos um e maior, muito maior, quando não vivemos. Reparei nisso uma vez quando fui tomar café ao bar do outro lado da rua, aquele que se vê da varanda do meu segundo andar. Nunca mais lá chegava e, quando cheguei, senti-me como se tivesse acabado de atravessar um deserto. Ainda por cima, ainda tinha que fazer o mesmo na direcção oposta.
É o tempo do Não Amor que torna o mundo maior, porque esse é o tempo em que se espera todos os segundos que aconteça alguma coisa boa. Uma paixão, por exemplo. Mas nunca acontece nada e cada segundo transforma-se numa hora. Atravessar uma rua passa a ser uma viagem de dias.
Quando nos apaixonamos, o mundo encolhe subitamente. Está tudo à nossa mão porque também o está a mão do nosso Amor. Quando entramos no bar e pedimos café, já nem nos lembramos do carro que nos apitou por atravessarmos a rua tão depressa.
É assim que se vê o tamanho de um Amor. É sempre inverso ao tamanho do mundo. Até porque existindo, é ele o nosso mundo.

8 comentários:

Mam'Zelle Moustache disse...

Bem, este texto está qualquer coisa BA. E olha que aqui a Mam'Zelle não tem por hábito ser lamechas, longe - muito longe - disso. É para tu veres. ;)

Bagaço Amarelo disse...

Mam'Zelle Moustache, eu sei que não és lamechas. eu também não. Obrigado. :)

Sónia Miranda disse...

Simplesmente excelente.

Miss Smile disse...

O mundo encolhe, mas nós crescemos e quase que não cabemos lá dentro...de emoção!

Anónimo disse...

Muito obrigada por ter voltado a escrever. E tão periodicamente. Gosto tanto de o ler...
Matilde

Bagaço Amarelo disse...

sónia miranda, obrigado. :)

miss smile, :)

matilde, quem agradece sou eu. :)

Anónimo disse...

Maravilhoso texto!
Adorei!!
É tão bom nos sentirmos assim: "Quando entramos no bar e pedimos café, já nem nos lembramos do carro que nos apitou por atravessarmos a rua tão depressa."

Ass. A caboverdiana em lisboa

Bagaço Amarelo disse...

a caboverdiana em lisboa, obrigado... :)