4.22.2015

coisas que fascinam (175)

Da conquista

Não há pior verbo para usar num caso de Amor do que o verbo "conquistar". Quando nos apaixonamos e sentimos que somos correspondidos, temos a mania de acreditar que conquistámos alguém, mas no Amor nunca conquistamos ninguém. O melhor que nos pode acontecer é sermos conquistados.
Ser conquistado é passar a pertencer ao outro sem que o outro nos pertença a nós, porque a pertença no Amor tem sempre que ser voluntária. Impulsiva até, diria eu. E a sério que não há melhor Amor do que aquele em que ambos são conquistados, mas nenhum é conquistador.
Quem acredita que conquistou alguém, então ainda não sabe bem que Amar é um verbo bem maior, apesar de ter menos letras. Ter que conquistar é triste, mas ser conquistado é de uma felicidade extrema.
Quando estamos apaixonados, tudo o queremos é que a outra pessoa nos invada e ocupe como um exército intruso. De preferência, que se instale em nós para sempre. É aí que nos rendemos e nos declaramos conquistados. Estamos bem, foi uma guerra sem armas, e a cama é o melhor sítio para guerrear.

6 comentários:

Maria Eu disse...

Uma "contenda" entre lençóis e uma rendição dentro e fora deles feita com vontade.
(A Raquel deve ter sorrido ao ler isto.)

Beijos, Bagacinho! :)

Bagaço Amarelo disse...

Maria Eu, beijinho. :)

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Afinal, somos de um país de conquistadores. Está no sangue... :)

Bagaço Amarelo disse...

Maria Varredora Pau de Vassoura, Os Da Vinci concordam contigo. :)

Canca disse...

Bagaço,

Falas de amor da forma como acho que deveria ser sentido e vivido.
Posso citar-te no meu cantinho?

Beijos

Bagaço Amarelo disse...

canca, claro. até agradeço. obrigado. :)