4.09.2015

pensamentos catatónicos (318)

Da estupidez dos homens

No Amor, os homens são um bocadinho estúpidos. Eu incluído, claro. Passam a vida a aprender aquilo com que a mulher já nasce ensinada: a Amar. Depois a vida torna-se um teste de resistência delas com eles. É ver quanto tempo uma mulher aguenta as estupidezes dum homem. Eu cá gabo-lhes a paciência.
A maior estupidez é passar do zero aos cem em menos de dois segundos. Quando um homem está sozinho acha-se um falhado, quando não está passa a ser o maior do planeta. Absurdamente, passa até a ser melhor do que a própria mulher que o Ama. É por isso que um homem nunca acredita que pode ser deixado. Tão verdade que às vezes já o foi e continua a não acreditar.
Com a vida, quando namoram (adoro este verbo), o principal objectivo dos homens que conseguem aprender alguma coisa com a vida é fazer o menor número possível de asneiras. Controlar os ciúmes competitivos, acalmar o excesso de confiança que só uma mulher dá, fazer mais em casa do que jogar jogos parvos e, por fim, tapar sempre a sanita depois de a usar. É o que eu faço, apesar da dificuldade de género.
Ainda hoje saí para tomar café. Na mesa ao lado da minha estava um casal ainda jovem (já não adoro assim tanto dizer isto). Ele explicava-lhe em alta voz como é que se estaciona um automóvel de marcha atrás enquanto ela suspirava e olhava para o infinito. Só mesmo um homem para ter orgulho em conseguir estacionar um carro. Os níveis de paciência dela baixaram mais um pouco, claro. Boa sorte, pá!

12 comentários:

sal disse...

Os meus quarenta e um anos e já alguns de amores e desamores obrigam - me a comentar que este post não podia ser mais realista.
Oxalá se mantenha com esta lucidez, é uma grande ajuda para conseguir fazer o menor número de asneiras possível :)

guida disse...

Acho que um homem tem tanto a capacidade de amar como a mulher tem.
A paciência e outros valores é o que vem de si independentemente do género.

Terapia das palavras... disse...

Fantastica abordagem a um dos items que os homens se esforçam para comprender..!A falta de paciencia das mulheres..Este exemplo e Top para ilustrar isso:)

Bagaço Amarelo disse...

sal, estou a tentar. :)

guida, pois. ainda bem que não somos obrigados a escrever tudo de forma jornalística. :)

terapia das palavras, obrigado. :)

Maria das Palavras disse...

Não estou tão certa que as mulheres nasçam ensinadas a amar. Sabem qualquer coisa sobre um conceito de amor deturpado por contos de fadas e princesas...amam demais, gente demais. Depois um dia descobrem que afinal aquilo não era amar.

www.mariadaspalavras.com

Bagaço Amarelo disse...

Maria das Palavras, num contexto mediático, faz todo o sentido o que dizes. No meu, que nasci torto para estas coisas do Amor, é que é diferente. :)

Miss10000souls disse...

"Só mesmo um homem para ter orgulho em conseguir estacionar um carro."
Discordo... (ou são só peneiras minhas) :)

Bagaço Amarelo disse...

Miss10000souls, não queria dizer que uma mulher não consegue, percebes? :)

Miss10000souls disse...

Percebi, eu estava a falar do facto de ter orgulho nisso ;)
Acho que não sofro muito de sexismos, embora ache ingénuo pensar que sou completamente imune... E quanto a estacionar, "arrumo" muitos homens a um canto. Por acaso nunca aconteceu ter de sair pela bagageira mas estou disposta a isso se for preciso ^_^ Ahh! mas também faço asneiras de maçarico :P

Bagaço Amarelo disse...

Miss10000souls, eu nem de conduzir gosto. :)

nos"entas!!!! ( e feliz) disse...

Não duvido que um homem consiga amar como uma mulher ama....
O que duvido é de que hoje em dia e de parte a parte, as pessoas se deixem envolver.
O medo paralisa, principalmente quando já há demasiadas "memórias" negativas passadas...
Pessoalmente acho que se perde imenso tempo nesses medos.. mas isto sou eu ;)
Beijinhos Bagaço

Bagaço Amarelo disse...

nos"entas!!!! ( e feliz), pois... o medo paralisa, sim. de qualquer forma, o cuidado não paralisa nada e costuma chegar. :)