1.06.2012

pensamentos catatónicos (268)

Gosto imenso de estar sozinho, no entanto detesto a solidão. Para conseguir aproveitar plenamente os momentos em que estou só, preciso de alguém que queira estar sempre comigo mas às vezes não esteja. E com quem eu queira estar sempre mas também não esteja de vez em quando. Sempre tive este problema com as mulheres, precisar muito da companhia especial duma para poder estar melhor comigo mesmo. Sozinho, queria eu dizer. Parece um paradoxo mas a sério que não é.
Outra coisa que parece é que é fácil mas a sério que também não é. O verbo querer é um dos piores para quem Ama, porque é no Amor que queremos tudo e nada ao mesmo tempo. Acho que é por isso que as pessoas gostam de ir às compras. Para se conseguir o que se quer nas compras basta ter dinheiro. Para se conseguir o que se quer no Amor não há nada que baste. A não ser, talvez, a imensa sorte de Amar alguém que compreenda isto. Compreendem?

29 comentários:

Olga disse...

Revejo-me e compreendo-te perfeitamente. :)

Lemon disse...

Sim senhora :D

sendyourlove disse...

Perfeitamente!

:-)

cycle disse...

Engraçado :) vai na volta somos todos assim

bagaco amarelo disse...

olga, :)

lemon, :)

sendyourlove, :)

cycle, às tantas... :)

I. disse...

Compreendo sim... =)*

Nina... disse...

Eu concordo tanto com o que dise!=)

B.L. disse...

Adorei o post. Sério que sim! :)

caliopespetitemort disse...

Perfeitamente... :) Porque no amor, a determinada altura, somos todos possessivos, mesmo quando não pareces. Ainda hoje estive a pensar sobre isto.

Never Told Words disse...

Loud and clear :)

marie disse...

Eu entendo, acho que tb sou um pc assim!

bagaco amarelo disse...

l, :)

nina, :)

b.l., obrigado. :)

caliopespetitemort, sim, essa é uma variável. :)

never told words, :)

marie, está a ser mais fácil do que era suposto. :)

Carmo disse...

Todos nós temos necessidade de espaço, não devemos sufocar quem Amamos, impondo constante presença, isso provoca falta de ar. E sem respirar não se vive.

Eduarda M. Fernandes disse...

ferpeitamente!

Fátima disse...

Ai como eu entendo....

bagaco amarelo disse...

carmo, é isso mesmo. :)

eduarda m. fernandes, :)

fátima, :)

MadLCP disse...

Na mouche. Tb penso assim. E já passei ao lado de alguns amores, que creio não compreendiam isto.

bagaco amarelo disse...

madlcp, yep... também eu. :)

memyselfandi disse...

Olha, eu compreendo que nunca mais acaba! Carago, Bagaço, até parece que alguém, FINALMENTE, entende o mesmo que eu, ou seja, que solidão e estar sozinho não é a mesma coisa e que gostamos de estar sozinhos, não gostando de sentir solidão (eu, pelo menos). É que realmente não tenho qualquer problema em estar sozinha, se souber que não estou (na realidade). O psicológico muda muita a coisa... a forma como se enfrenta o estar sozinho é completamente diferente quando não há solidão... És grande! Jito!

bagaco amarelo disse...

memyselfandi, obrigado. :)

Josh Gottam disse...

Ferpeitamente ... Oh sim!!!

bagaco amarelo disse...

josh gottam, lol! leio aqui erros gramaticais graves. Este nem é o caso. É nitidamente uma desatenção. :)

Fatyly disse...

Compreendo perfeitamente porque há que saber "dar e respeitar o espaço de cada um" o que muitos(as) dizem compreender mas na realidade e muitas vezes sem se aperceberem, não conseguem praticar mas exigem a prática da outra parte. Percebeste?:)

Clovis disse...

Perfeito!!

bagaco amarelo disse...

fatyly, percebi pois... :)

clovis, :)

Brisa disse...

Claro! É por isso que paixão e amor são sentimentos diferentes: o primeiro só sossega na "posse do outro"; e o segundo só sossega com a "existência" e cumplicidade com o outro. A paixão sufoca, o amor liberta. Melhor ilustração? O filme "Lua de Mel, lua de fel".

bagaco amarelo disse...

brisa, :)

Liliana Costa disse...

Sim concordo, tambem sinto o mesmo e la em casa funciona. Por vezes queremos saber que a outra pessoa esta la mas ao mesmo tempo que podemos ter o nosso espaco e o nosso momento. Chegamos a estar os dois na sala, cada um ocupado com as suas coisas, sem dizer nada, mas depois ha sempre um toque para dizer Ola. Eu gosto, porque tb preciso do meu espaco. E cada um faz o q quer. se ele quiser ir sair com os amigos dele ele vai e eu faco o mesmo, embora na maior parte das vezes acabamos por ir juntos

bagaco amarelo disse...

liliana costa, é isso. é preciso agilizar as relações neste aspecto. :)