10.07.2011

pensamentos catatónicos (260)

um homem não chora

É difícil ser homem e toda essa dificuldade vem do simples facto de existirem mulheres. É que sem elas nem sequer vale a pena sê-lo. É mesmo assim, por muito que não se queira. Mas no meu caso até quero, embora admita que é por não saber mais. Não sei ser homem só por si. É isso, pronto.
Às vezes as mulheres entristecem-me. É raro, felizmente, mas acontece. É nessa altura que faço o enorme esforço de imaginar o mundo sem elas e é nessa altura que me calo. Chatear-me com elas é chatear-me com o ar que respiro, ou seja, com aquilo que existe porque tem que existir. Calo-me perante o que me é essencial e penso que um homem não chora.
Um homem, em abono da verdade, até chora, mas passa a vida a fingir que não. Não chorando parece que se é mais forte. As mulheres são realmente mais fortes e por isso choram à frente de toda a gente. Não fingem nem têm que fingir nada. O fingimento é uma característica dos mais fracos e essa é outra dificuldade de se ser homem, ter que se fingir que não se chora. Quando penso nisso apetece-me chorar.
O choro das mulheres é diferente do choro dos homens por isso mesmo. A elas fortalece-as, a eles enfraquece-os. São elas que dizem coisas do género "estava a precisar de chorar" ou "já chorei, por isso já estou melhor". Eles, quando choram, dão-se conta surpreendentemente de que afinal são frágeis e choram ainda mais.
É difícil ser-se frágil quando se deve supostamente ser forte, e tenho a certeza que é bem melhor ser-se forte quando se deve supostamente ser frágil. Os homens são frágeis pelos simples facto de existirem mulheres. É que sem elas nem sequer vale a pena sê-lo.

23 comentários:

Malena disse...

É difícil ser mulher! Das mulheres espera-se que chorem sem se envergonhar e nem sempre somos capazes de o fazer!
Homens e mulheres, afinal, tão frágeis, tão fortes, tão iguais... :)

bagaco amarelo disse...

malena, boa. :)

LM disse...

Valham-vos as mulheres e as máscaras.;)
(Desculpa a ousadia, mas lembrei-me logo disto)
http://fuivereraoovario.blogspot.com/2011/07/mascaras-e-gansters.html

bagaco amarelo disse...

lm, lembraste-te muito bem. :)

Selénio disse...

Brilliant!

Fatyly disse...

O que "Malena" escreveu é bem verdade: "Homens e mulheres, afinal, tão frágeis, tão fortes, tão iguais... :)" o que eu acrescentaria que vens de uma geração em que o pregão era de que "um homem não chora ou não deve chorar".
Eu dificilmente choro, mas quando o faço pareço uma cascata e vezes sem conta a ver um simples filme, a ler ou por estar cheia de preocupações, na praia ou a conduzir.

Ao longo da minha vida, fiz que tantos homens chorassem e livrarem-se do que lhes fazia doer a alma e não era preciso muito, bastava conversar para que soltassem as amarras!

Como eu digo: chorar é o lavadouro da alma

Gostei imenso!

cycle disse...

inspirado?!

bagaco amarelo disse...

selénio, obrigado. :)

fatyly, obrigado. :)

cycle, nadinha... :)

EU SOU EU disse...

eu acho que é isso mesmo...um homem DEVE chorar...porque quem não chora ou não sente ou finge...por isso mais vale ser real...e chorar...eu digo..que choro...muito por amor\paixão...choro quando me dói...choro às vezes só para limpar os olhos...chorar...é entrar em contacto com a nossa força..

Carmo disse...

Mas que bonito, delicioso de se ler, adorei. Já aqui disse, escreves com alma.

:)

Joana disse...

Gostei muito. Vou seguir. (:

bagaco amarelo disse...

eu sou eu, às vezes é mesmo, sim. :)

carmo, obrigado. :)

joana, bem vinda. obrigado. :)

Josh Gottam disse...

Homens e Mulheres.
Mulheres e Homens.
Precisamos uns dos outros, mas há uns que precisam mais ... do que outros ;)

Suspiros disse...

Gosto da maneira como fala das mulheres e da importância delas na sua vida.
Acho que ser-se pessoa neste Mundo já é difícil o suficiente, mas só o facto de o sermos e termos dois géneros completamente diferentes é ainda mais complicado, ou secalhar somos só nós na nossa cabeça que complicamos ;)

P.

bagaco amarelo disse...

josh gottam, sim... às vezes gostava de precisar pouco. :)

suspiros, sim, ser-se pessoa é tão difícil quanto inevitável, o que não deixa de ser estranho. :)

Filipe disse...

Quem me dera ter sido eu a escrever este post, tipo está brutal mesmo, parabéns!

Mas é mesmo, nós tanto queremos parecer fortes, que reflectindo melhor as mulheres são bem mais do que nós alguma vez seremos!

redonda disse...

Não me parece que o chorar tenha algo a ver com a força e conheci um homem que era forte e não chorava mesmo nunca, mas continuaria a ser forte se chorasse.
Quando era criança uma das razões para gostar de ser menina (entre outras :) era poder chorar à vontade, sem me virem dizer o que ouvia dizer aos meninos, que chorar não era de homem...mas depois vieram dizer-me que chorar era só para os mais pequenos e que com 6 ou 7 ou a idade que teria, já não era criança, o que não me consolou nada :)

bagaco amarelo disse...

filipe, obrigado. :)

redonda, mas não é dessa força, a física, que estou a falar. :)

EJSantos disse...

"Os homens são frágeis pelos simples facto de existirem mulheres. É que sem elas nem sequer vale a pena sê-lo."

Hmm, e as mulheres sem os homens? :-) Isto parece uma história sobre a pescadinha de rabo na boca.

bagaco amarelo disse...

ejsantos, :)

Lily disse...

Espero que essa diferença de que as mulheres podem chorar e os homens não se comece a dissipar (acho que já se está a dissipar e este post é mais um avanço nesse sentido!). Chorar é inato aos seres humanos e homens e mulheres seriam mais felizes se chorassem simplesmente, assumindo que a fragilidade é transversal a ambos os géneros.

redonda disse...

Também não estava a falar da força física. Foi alguém de quem fui muito próxima, por isso é que sei que não chorava, e tinha uma boa cabeça e um bom coração e também suportava a dor (física ou outra) de uma forma que eu não conseguiria.

bagaco amarelo disse...

lily, boa! :)

redonda, às vezes não conhecemos os nossos próprios limites. :)