2.27.2014

conversa 2069

(no café)

Eu - Então, que cara é essa?
Ela - Estou muito pensativa.
Eu - Mas está tudo bem?
Ela - Mais ou menos. Hoje é quinta-feira e já comi duas natas esta semana, que é o limite a que me propus a mim mesma.
Eu - E então?
Ela - Estava aqui a pensar se devia, ou não, desobedecer às minhas próprias regras.
Eu - Ah!
Ela - O problema é que, faça eu o que fizer, é sempre triste.
Eu - A sério?!
Ela - Se eu comer uma nata, é triste porque engordo. Por outro lado, se eu não comer, é triste porque fico ougada.
Eu (risos) - Parece um problema existencial.
Ela - Felizes são os homens, que só se preocupam em ter os seus automóveis a brilhar.
Eu - Eu nem isso.
Ela - Tu és o cúmulo da felicidade, então.

6 comentários:

Nada disse...

Eu era como tu até me dizerem que se continuar a comer trampa me dá o badagaio antes dos 30...agora sou como ela...vá...mais ou menos

Bagaço Amarelo disse...

nada, provavelmente não eu tenho 42 e estou vivo. :)

Ondas disse...

Nada melhor para adoçar a vida que uma nata ainda quentinha, com canela. Para amargura basta a diária. Beijo doce

Bagaço Amarelo disse...

ondas, eu concordo. :)

EJSantos disse...

E Pá. Comida... Que se lexem as dietas.
Queimo as calorias a correr!

Bagaço Amarelo disse...

ejsantos, eu a levantar copos. :)