12.10.2009

uma questão de dinheiro



Esta publicidade a um automóvel Honda que penso ser dos anos 70 tem um aspecto interessante: convence o homem que com o carro é mais fácil conquistar mulheres, não por o carro ser um luxo mas sim por ser barato, ou seja, sobra ao homem mais dinheiro para gastar com elas. Ao fim e ao cabo parece que para a indústria automóvel a lógica foi sempre mais ou menos a mesma: a mulher é uma questão de carro ou de... dinheiro.

12 comentários:

Salsa disse...

concordo com a publicidade, mas acrescento que em 1970 quem tinha um carro desses era um senhor tinha aquilo que queria pois em 1970 muito poucos portugueses tinham carro.
digo senhor porque nessa altura fazia-se viagens sem se ver uma mulher a conduzir em Portugal embora já houvesse muitas com carta!

GiGi disse...

Essa lógica ainda se aplica a muita gente.

:-(

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

E o que t[u achas, sr Bagaço?

bagaco amarelo disse...

salsa, só que este anúncio é british. :)

gigi, é verdade, sim. :)

Angel disse...

Ser mulher é duro, e não digo mais!

bagaco amarelo disse...

Se o "se" não tivesse ficado só no "se", eu acho que não e ainda bem... a sério. com o meu carro e a minha conta bancária estava bem tramado se fosse assim. :)

angel, :)

Pocahontas na Cidade disse...

Olhando apenas para o carro e para as babes penso:

Com aquele carro o homem conquista qualquer mulher. É só escolher...

Pronto, foi tótó :p

bagaco amarelo disse...

pocahontas na cidade, eu tenho um carro ainda pior e olha que não é assim. lol. :)

R. disse...

Eu olhei para o anúncio e vi uma coisa diferente.

Eu não vejo um anúncio dirigido a homens dizendo subliminarmente "com este carro é só escolheres depois".

Eu vejo um anúncio dirigido a mulheres dizendo "podes ser isto tudo com o dinheiro que sobra".

R.

bagaco amarelo disse...

R, lol... é a tal cena do copo meio vazio ou meio cheio. :)

Ritinha disse...

LOL! E eu que antes de ter aumentado a imagem achei que o anuncio era dirigido as mulheres e que dizia que quanto menos gastassem no carro mais sobrava para irem de ferias, fazerem desporto, passearem, mudarem a cor de cabelo and so on... Sou mesmo ingenua... :)

bagaco amarelo disse...

ritinha, também te podes achar optimista. Em vez de ingénua, digo. :)