12.23.2009

conversa 1392

Ela - Sabes... acho que há um contrasenso qualquer na forma como eu me apaixonei pelo meu marido.
Eu - Então?
Ela - Ele era casado quando o conheci e, uma vez num almoço, disse-me que jamais trairia a sua mulher...
Eu - E então?
Ela - Então... eu que já tinha começado a gostar dele, acho que me apaixonei definitivamente nessa altura.
Eu - E então?
Ela - Então... ele acabou por trair a mulher exactamente comigo.
Eu - Ah!

35 comentários:

Paula Raposo disse...

Acontece a toda a hora...

bagaco amarelo disse...

paula raposo, exactamente assim? Não fazia ideia. :)

Malena disse...

Estou contigo! Não fazia ideia de que acontecia a toda a hora assim!Só se já é mais uma frase de engate... Bolas!

Tweety disse...

Concordo com a Paula.
Dizem que nunca trairão e tal, mas no final traiem com a pessoa em questão...lool

Miss Kin disse...

Para mim, nas costas dos outros vemos as nossas...

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

e ela não se desapaixonou no mesmo minuto que ele a beijou? Não faz sentido....

Angel disse...

Nunca digas nunca. E um homem a dizer isso é falha na certa:P

Olga disse...

E será que não lhe passa pela cabeça que algum dia a história se pode repetir e a traída ser ela?

Diaboderoupacurta disse...

Se eu fosse ela, ficaria com receio de ele ter outro almoço que não seja com ela... :P

Pocahontas na Cidade disse...

E ela casou com ele... Sim senhora, mulher inteligente!
Será que um dia não vamos ter aqui a conversa: será que um dia o meu marido trai-me?

bang disse...

lol
suponho que ele agora diga o mesmo! jamais a trairá.

é suposto acreditarmos nos homens "fieis"... definitivamente!

um abraço.

Chicos y Mojitos disse...

Eu era o tipo de rapariga que tinha das morais mais elevadas relativamente a respeitar as relaçoes alheias. O meu raciocinio seguia a logica do "nao farei o que nao gostava que me fizessem a mim", e o "os homens ja sao cabroes que cheguem e por isso as mulheres devem-se manter unidas".

Dois namorados depois, e dois pares de chifres mais tarde (com duas raparigas com as morais bem diferentes das minhas), fiquei igual a elas...simplesmente nao queria saber se eles tavam em relaçoes ou nao....

Agora, acho que estou mais comedida. Nem tanto ao mar nem tanto a terra, nem 100% anjinha nem 100% diabinha.

É de notar que o rapaz em quem estou interessada agora tem namorada... Deixo-me interessar por rapazes com namorada, acho que isso nao se pode evitar, mas nao deixo que nada aconteça e assim ja consigo pousar descansadamente a cabeça na almofada sem medo do karma.

Nao posso deixar que o caracter dos outros influencie o meu, e para aprender isso foram precisos dois namorados e dois profundos golpes na confiança.

Agora a pergunta...a tua amiga nao tem medo que lhe aconteça o mesmo a ela? ou seja, que ele va almoçar com uma amiga, diga "eu nunca trairia a minha mulher" e depois pimba!! ?

http://chicosymojitos.blogspot.com/

C. disse...

na minha ingenuidade, não deixo de pensar... se ele traiu a mulher, porque não a irá trair a ela?

Anónimo disse...

parece-me que há mulheres ( sempre houve e haverá e tb homens mas menos ) que sentem que não merecem um homem livre, que as ame integralmente, e que elas tb amem livre e integralmente. pensam(inconscientemente ou não) que não merecem ser totalmente amadas.problema de auto-estima, talvez...
dp há quem só tenha prazer, com o q é proibido...uma certa rebelião ou a sensação de ter um certo poder sobre uma coisa instituída- o casamento;
e dp tb há os homens q são autênticos predadores, e ao verem uma presa fácil, rondam-na até à morte...e geralmente a presa morre( quase nunca sai viva ) e o predador só queria única e exclusivamente satisfazer a sua fome( seja lá do que for )

anonima 3

Toby ou Planante sombra viva disse...

Sim...aconteceu-me...também o meu marido traiu a ex-mulher comigo. E agora tenho medo que me traia a mim, com a proxima...
Que maravilha! LOL (há sempre o divorcio on-line, e em menos de 1 mês, o que é uma inegável vantagem comparado com a altura em que ele se divorciou da ex!)

Salseira disse...

Bem, pelo menos a tua ela sabe algo que a ex dele não sabia: por muito que ele diga que nunca seria capaz de a trair... provavelmente é muito capaz!! É a vida!

Super Blog Sem Alcool disse...

Certamente que ela tem confiança "cega" nele!... :D

Luís Maia disse...

esta cena faz parte dum velha técnica mais abrangente, que assenta nos facto das gajas adorarem fazer-nos transgredir as nossa próprias afirmações.
se um tipo diz que é veado elas gostam sempre de conferir

isto digo eu que não percebo nada do assunto

bagaco amarelo disse...

malena, às tantas é mesmo isso. :)

tweety, exacto, lol. :)

miss kin, é bem verdade. :)

Se o "se" não tivesse ficado só no "se", pois... é o tal contrasenso. :)

angel, ou falha ou acerto. depende do ponto de vista. :)

olga, é precisamente isso que acho que ela pensa. :)

diabo de roupa curta, acho que ela já se apercebeu disso... lá no fundo. :)

pocahontas na cidade, lá está... raramente há inteligência num casamento. :)

bang, lol... fieis sim... mas só qb. :)

Chicos y Mojitos, ela deve ter esse medo, sim. eu percebo o que dizes... mas não sou tão taxativo a apelidar de chifres uma cena dessas. :)

c., não me parece nada ingénuo, isso... :)

anónima 3, a fome, chamemos-lhe assim, é apetite sexual... mas não concordo que os homens normalmente rondem a presa até à morte. :)

Toby ou Planante sombra viva, lol... estou a ver que é mais normal do que pensava... :)

salseira, isso é que é ver o lado positivo da coisa. :)

super blog sem álcool, lol... exacto... tão cega como a justiça portuguesa. :)

luis maia, então devia resultar um gajo dizer que não gosta delas... e que nunca teria nada com elas... :)

Bruno Aguiar disse...

Mulheres... Ninguem as compreende...

Anónimo disse...

Traiam-se e mintam-se mas amem-se ao menos um bocadinho!

N.

GiGi disse...

Ainda há mulheres que se gabam por terem "roubado" o marido/namorado da outra. Parece existir a sensação de uma espécie de vitória. Bem, não sei se é o caso da referida colega.

A competição feminina é um tanto estranha...

Beijinhos

bagaco amarelo disse...

bruno aguiar, verdade... mas acho que isso até é bom. :)

n, boa. :)

gigi, não me pareceu um troféu... :)

GiGi disse...

Ah sim! Como eu disse, não sei se foi o caso da sua colega. Mas para muitas mulheres é como se fosse um troféu, sim. Mesmo estando apaixonadas pelo rapaz :-)

SadLonelyCat ^_ _^ disse...

Bagacinho,

estas coisas das traições são para mim, um pouco complicadas. É que o conceito de traição não se aplica em todos os casos em que há relações extra-pessoa amada. Já traí e fui traída. Mas também já estive numa relação em que apesar de eu ser a pessoa amada, existia outra pessoa além de mim. E eu sabia e consentia. Porque não me mentiram, e nunca deixei de ter menos dele por causa dessa relação. Nunca me senti enganada. E isso não considero que seja traição. A minha experiência diz-me que quando as traições são apenas por busca de sexo, tal deve-se ao facto da pessoa que realmente amamos ser insegura. Digo isto, porque quando traí (e foram algumas vezes), procurei sexo. E não era porque o que tinha com a pessoa que amava era mau ou insuficiente (bem pelo contrário, o melhor que tive até hoje!). Era porque a pessoa que amava então era muito insegura. Numa dessas traições apaixonei-me. Terminei a relação que tinha e iniciei outra, sem qualquer perspectiva (e que acabou por durar anos). Nunca mais traí, nem tive vontade de o fazer. E ele nunca demonstrou qualquer insegurança em relação à minha fidelidade, apesar de saber que eu poderia ser capaz disso, já que a nossa relação tinha resultado da minha traição.
Por isto é que acho que as traições acontecem por causa da insegurança dos parceiros. E que nem tudo o que parece, é...
Mas esta é a minha opinião, que nunca tive problemas de consciência quando traí, nem tenho ciúmes de quem amo, o que sei que é difícil de entender, para algumas pessoas.
(desculpa o testamento, mas este é daqueles assuntos que me fazem querer dar o meu testemunho)

Xi-Coração.

A Tela disse...

...Homens assim "convictos", realmente devem fazer uma mulher perder a cabeça :-) Pelo menos, já sabe o que a espera...!

Homem com dúvidas disse...

Ainda num outro dia li num desses blogues de mulheres que proliferam na blogosfera lusa um post e respectivos comentários, onde as mulheres juravam luta sem tréguas contra os homens - esses fracos - que traem - mesmo jurando nunca o fazer, e que utilizam o que elas designavam de "estratégia de caça": prometer que se separam da dita cuja, para fazer prevalecer o novo amor.

Bem, em primeiro lugar, este post aqui é a prova provada que isso pode mesmo acontecer, ou seja, o homem se separar para assumir a nova relação, o que é motivo de todos os elogios e contraria a teoria de que o que nós queremos mesmo é chegar ao banquete sexual propriamente dito.

Depois, fiquei a pensar quando confrontado com toda aquela fúria feminina: "que raio, mas quem nunca pecou, que atire a primeira pedra!" Nesta coisa de relações nem tudo o que parece é e ninguém está inocente (nem tu, oh Bagaço!). Quem pode evitar que um homem (ou mulher) comprometido (casado, noivo ou com namoro) se apaixone de forma fulminante de um momento para o outro, por uma terceira pessoa (homem ou mulher)? Quem domina este tipo de sentimentos? Quem domina as hormonas, os efeitos secundários de uma noite mais louca, com bebidas espirituosas à mistura?

Não acredito em Santos ou Santas e quanto mais vejo homens ou mulheres a gritar contra esses "cabrões-que-no-fundo-são-todos-iguais" fico a pensar que um dia este tipo de tentação vai-lhes bater na porta. Ai vai, vai. E aí é que vão ser elas...

Sofá Amarelo disse...

Onde é que eu já ouvi isto... tenho que ir procurar no meu diário!

bagaco amarelo disse...

gigi, acredito bem que sim... :)

SadLonelyCat ^_ _^, concordo contigo... nem costumo usar a palavra traição. acho-a redutora... :)

a tela, lol. :)

homem com dúvidas, é por isso que eu não gosto da palavra traição... é mesmo por isso. e tens razão: não há santos. :)

sofá amrelo, lol. :)

Cátia Gomes disse...

Desculpem lá, mas uma coisa é apaixonarem-se por outra e outra coisas e mentir e enganar. E a diferença é gigantesca. E quem diz eles também diz elas, é igual. E essa estória do "quem nunca pecou que atire a primeira pedra" não passa de um dito popular para desculpar os maus pagadores. A cabecinha tem de servir para alguma coisa. Já para isso é que somos seres inteligentes (ou não, está claro!). É tudo muito bonito mas é cantado, porque quando nos acontece a nós, as coisas mudam de figura.

bagaco amarelo disse...

cátia gomes, quando nos acontece a nós, custa... sim. acho que a forma como se fazem as coisas é importante. :)

Red disse...

ninguém torce por uma traição, mas toda a gente (excepto a triste da mulher) torce quando há "um grande amor impossível" de duas almas, mesmo que uma delas até esteja comprometida. e as pessoas até podem dizer "primeiro que se separe", mas vai-se a ver e estão a torcer pelos pombinhos românticos que oh, quais almas gémeas, se reencontraram para O amor.

ou seja.

bull shit para quem fala fala de traições. traição pode ser muita coisa e pode não ser coisa nenhuma.

as traições não me fazem confusão nenhuma. eu cá não as quero para o meu lado, nem para fazer nem para sofrer. mas nunca digo "desta água não beberei". até porque a vida não é uma linha recta, nem as relações são coisas lineares.

bagaco amarelo disse...

red, exactamente... :)

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Aposto que a tua amiga agora acredita em tudo o que ele lhe diz... ahhahahah

bagaco amarelo disse...

pipoca dos saltos altos, lol... ou não. :)