9.28.2015

O ideal feminino do Estado Novo

Morreu mais uma mulher, desta vez em Paços de Ferreira, às mãos do marido. As vítimas de violência doméstica são (quase) sempre mulheres, provavelmente porque há mais homens estúpidos do que mulheres estúpidas. Ainda assim, o erro está em pensarmos que mais uma promessa de Amor que acabou em morte se deve exclusivamente ao facto de estarmos a falar de um homem estúpido.

Não deve.

O homem estúpido é apenas uma das condições necessárias para que este tipo de crimes aconteça, mas o principal chama-se cultura, e é isso que temos urgentemente que mudar. Agredir a mulher, silenciar a mulher, provocar sofrimento à mulher ou torturar a mulher é uma questão cultural no nosso país. Sempre foi normal encostar a mulher a um canto da vida, através da limitação violenta do seu papel social e económico na sociedade. Aquilo que é normal durante séculos não o deixa de ser de um dia para o outro. Infelizmente.

No curto mas intenso documentário "O ideal feminino do Estado Novo", que podem ver no link a seguir, é fácil contextualizar o que eu estou a dizer, mas o mais importante é o que vos peço: não se remetam ao silêncio quando sabem da existência de um homem estúpido.

O ideal feminino do Estado Novo

3 comentários:

Anónimo disse...

M

Anónimo disse...

A cultura de que fala está muito enraizada, inclusive nas próprias mulheres, não nas agredidas mas nas que não o são.
Critica-se e condena-se quem vive uma situação assim, porque permite, porque não sai de casa, porque... é fraca, não toma uma atitude, não se impõe.
Talvez por isso as vítimas de violência doméstica sejam tão silenciosas, porque a sociedade as aponta como culpadas da sua própria condição. Ser vítima de violência doméstica é demasiado duro, e ser julgada socialmente por tal não ajuda nada.
Este é um tema de que muito se fala, cada vez que morre uma mulher o assunto volta a ser discutido sempre com a mesma superficialidade, sempre com os mesmos comentários de ocasião.
Por isso gostei tanto deste seu post, como em poucas palavras disse tudo, resume-se a um homem estúpido que deve ser denunciado.
Bem haja!

Bagaço Amarelo disse...

Anónimo, denunciado sim... e a vergonha tem que ser dele e não da vítima. :)