4.17.2014

coisas que fascinam (169)

É quando o Amor nos corre mal que percebemos que o mundo é estúpido. Mesmo estúpido, todo ele, desde o café matinal que perde o sabor até aos aviões que vemos no céu, dos quais deixamos de tentar adivinhar em segredo a origem e o destino. O mundo é estúpido simplesmente porque tudo continua a funcionar quando, tal como o nosso Amor, devia estar parado.
Encontrei-a num desses dias em que inexplicavelmente o mundo estava a funcionar e, inexplicavelmente também, os cafés estavam abertos. Abanei os ombros quando ela me perguntou se estava tudo bem e sentei-me na mesma mesa, mais por obrigação do que por vontade. Um televisor sujo mostrava uma telenovela qualquer.
Saímos dali e ela ordenou-me que a acompanhasse. Percorremos as ruas dum bairro suburbano a passo de caracol, até entrarmos num automóvel cuja porta direita não fechava bem.

- Tens que sair e fechar por fora. A mola partiu. - disse ela.

Foi a única coisa que disse durante as várias horas em que percorremos a praia de forma pendular, ao som das ondas que não conseguíamos ver. É verdade que hoje, quando a encontro, ela me costuma sorrir e dizer que lhe dei uma bruta seca nessa noite. Eu, pela parte que me toca, lembro-me dela como a mulher que parou o mundo.

13 comentários:

Lola Pançola disse...

Vês, já aprendeste a primeira lição: todas nós queremos ser lembradas como a mulher que parou o mundo :P

Guilherme Garcia disse...

Muito Bonito!

Bagaço Amarelo disse...

Lola Pançola, :)

Guilherme Garcia, :)

EJSantos disse...

Essa senhora é uma boa samaritana. Aturou-te em "noite-não".
(Isto há gente com sorte!)

AC disse...

Um dia ainda gostava de ser assim especial para alguém... a mulher que consegue parar o mundo.

:))

Beijinho Bagaço

AC disse...

Um dia ainda gostava de ser assim especial para alguém... a mulher que consegue parar o mundo.

:))

Beijinho Bagaço

Maria Eu disse...

Parar o mundo de vez em quando é bom.
A recordação dessa paragem é que pode ter diversas interpretações.

Beijinhos Marianos, Bagacinho! :)

Bagaço Amarelo disse...

ejsantos, às vezes há... nem sempre. :)

ac, :)

maria eu, pois... pode sempre. :)

Nada disse...

Lembramo-nos sempre das histórias de maneira diferente...mas ao menos que a nossa seja a melhor =)

Joana Rosa disse...

ok, isto foi bonito de se ler :) Aliás, como já seria de esperar!

Bagaço Amarelo disse...

nada, yep. :)

joana rosa, obrigado. :)

Estudante disse...

"O mundo é estúpido simplesmente porque tudo continua a funcionar quando, tal como o nosso Amor, devia estar parado."

É mesmo isto :) obrigada! Às vezes as coisas custam mais a suportar quando não sabemos verbalizá-las.

Bagaço Amarelo disse...

estudante, obrigado. :)