5.15.2013

respostas a perguntas inexistentes (252)

ser pragmátic@

Existe por aí uma mania qualquer de considerar que o pragmatismo é a melhor coisa do mundo. Ser pragmático é optar pela eficiência em detrimento da emoção e do intelectual. Enfim, abdicar de tudo para ser eficiente. Ainda hoje, em conversa com uma amiga que se orgulha de ser pragmática, percebi que ela abdica de grande parte do tempo que tem para estar com quem Ama, em nome das horas extras no emprego.
Trabalha mais, vive menos. Tem orgulho nisso.
O problema das pessoas pragmáticas costuma ser  a morte. Não há nada mais pragmático do que a morte, já que no fim morremos todos. Quem abdica de alguma da sua vida antes da morte está a morrer antes do tempo. É isso que é ser pragmático e é isso que o mundo nos diz para sermos hoje em dia.
Eu orgulho-me de não ser pragmático. Costumo pôr a minha vida antes de qualquer outra coisa. Desculpem qualquer coisinha, mas nem a merda do produto interno bruto, nem a dívida externa portuguesa, nem as imposições da Troika me convencem a abdicar de mim mesmo. Opto pela vida. Quando me deixam, claro.
Sou pragmático o suficiente para perceber que o pragmatismo é uma merda. É a força de quem ainda não percebeu a lógica da existência, ou seja, do Amor.
Devia ser proibido ser pragmático. Por mim, a lei devia obrigar-nos a ser líricos, inúteis e crianças de vez em quando. Não é por nada de especial. Só para sermos felizes. Só para que a vida não passe por nós sem que passemos por ela. 

22 comentários:

São Rosas disse...

Este também vai para o Persuacção, OK?

Bagaço Amarelo disse...

na boa São Rosas. Obrigado. :)

São Rosas disse...

Eu é que te agradeço.
está.

Anónimo disse...

"O problema das pessoas pragmáticas costuma ser a morte."

É isso. O problema é a morte e também uma grande falta de Norte.
Coitados dos pragmáticos. Ainda por cima não conheço nenhum tratamento.

Ontem, em vez de estudar para um exame, brinquei com o meu filho, um lindo bébé. Depois de ele ir dormir, fui estudar.
Isto é que é ter norte.

EJSantos

Bagaço Amarelo disse...

são rosas, :)

ejsantos, boa. é sim... isso é ter norte. :)

Anónimo disse...

Não concordo com a definição de pragmático. Nem acho que a amiga é pragmática por passar muitas horas no trabalho.

Para mim, pragmático é diminuir o tempo possível para realizar uma tarefa, com um resultado igual, ou muito perto, do que se não fosse reduzido o trabalho. Para mim, é simplificar.

E para mim, simplificar é trabalhar o que é preciso/quero e viver o que quero :)

Maria

Maria disse...

Adorei o teu texto. Simples, verdadeiro e nada pragmático. ;)


bjs

A Força Suprema disse...

é uma moda que pegou sim. As mulheres hoje em dia insistem em ser e dizer o são. Contudo, só acredito no pragmatismo feminino de 2 em 10 mulheres.

Maria Caxuxa disse...

Sim, há palavras e conceitos de vida, muito em uso que também me incomodam mal são pronunciadas. Muito mais que essa as ultramodernas proactividade e a resiliência...

milkadreams disse...

Infelizmente sofri imenso com isso, a minha mãe é viciada em trabalho e sempre passou mais tempo a trabalhar do que comigo. Agora já me habituei mas se calhar explica uma relação menos próxima com ela.

Eli disse...

Eu valorizo e aproveito a vida. No entanto, o meu lado pragmático já me tem "salvo" algumas vezes. Exceções, mas por vezes dá jeito conseguir ter esse ponto de vista... :D

mary disse...

Nem mais!

Anónimo disse...

Infelizmente para uma grande maioria o pragmatismo é forçado, pois acaba por ser ele a pagar as contas no final do mês!
Quanto aos outros, os que o são apenas por gosto, era dar-lhes com um gato morto na tromba até que ele voltasse a miar!!:)
BC

Fatyly disse...

Ser pragmático a 100% é muito mau ou não...mas essa tua amiga por trabalhar bastante e ser pragmática o que te garante que depois em menos tempo não dá o amor que daria em mais horas? Não sei se me fiz entender.

Ao longo da minha vida tive que fazer opções e como sempre disse que há tempo para tudo...não podemos tabelar tudo e todos pelo mesmo.

Agora mesmo, poderia ficar mais tempo aqui, mas como tenho de ir até à minha velhota que está quase boa, voltarei quando me apetecer para ler o resto...mas antes de ir...vou ver o mar porque me apetece e só depois levar-lhe o que precisa porque sei que ainda dorme.

A vida não é complicada nós é que a complicamos;)

Morango Azul disse...

Boa postura. Trabalhamos, os patrões não dão valor e a família e amigos vão ficando de lado. Depois o patrão dá-nos um pontapé no cu e a essa altura já perdemos anos de contato familiar.

Bagaço Amarelo disse...

anónima, há várias formas de lá chegar, sim. :)

maria, obrigado. :)

a força suprema, a estatística não sei... mas espero que tenhas razão. :)

maria caxux, passa mesmo por aí. :)

milkadreams, é mais vulgar do que se pensa, infelizmente. :)

eli, lá está. o pinto de vista não é determinista. :)

mary, :)

bc, com certeza que sim. já andei aí... :)

fatyly, existe a opção e a necessidade... :)

morango azul, aconteceu-me quase isso. :)

Eli disse...

"pinto de vista" - gostei. :)

Bagaço Amarelo disse...

eli, lol. :)

Freak Perfum disse...

Por vezes é bom ler e ver que não estamos sós e que não somos as únicas "crianças" e "inúteis" que por ai andam. Muito bom :)

Bagaço Amarelo disse...

freak perfum, obrigado. :)

memyselfandi disse...

eu aprovaria a lei =)

Bagaço Amarelo disse...

memyselfandi, nesse caso eu votava em ti. :)