1.13.2013

das coisas inúteis à inutilidade em si...


Um país inteiro caiu em cima da Pepa Xavier só porque ela admitiu que deseja ter uma mala qualquer. Acusaram-na de estar desfasada da realidade económica do país e de pôr a nu o quão hipócrita pode ser a sociedade.
No vídeo que eu vi, a Pepa Xavier propõe-se a comprar a mala, não a roubá-la. Parece-me legítimo, o desejo, e compreendo-o. Aliás, desculpem-me os mais sensíveis, mas eu tenho vários desejos do género. Não com malas mas com objectos igualmente inúteis. Ou ainda mais, se calhar. Estou desempregado neste momento, mas continuo a tê-los. Há coisas caríssimas e sem utilidade que eu gostava de ter
Eu compreendo a Pepa. Não compreendo é um país que reage desta forma por causa duma mulher revelar um simples desejo. Aliás, gostava de saber, de todos os que disseram mal dela nestes dias, quantos é que estão preocupados com a inutilidade de mais um jogo de futebol entre duas sociedades anónimas desportivas marcado para este fim de semana. Estou a falar do Benfica-Porto e, pelo que tenho reparado no Facebook e nos jornais, são muitos. É só um exemplo. Podia arranjar mais.
O meu problema é que até acredito que há aqui uma questão de género. A Pepa foi crucificada por ser mulher e querer uma carteira. Se fosse um homem a desejar estragar um automóvel com um tunning estúpido qualquer, a reacção seria mesma? Fica a pergunta.
E hoje, entre o Benfica e o Porto, que percam os dois. É o desejo de alguém que gostava de ter uma Playstation 3...

39 comentários:

S* disse...

Eu gostava de ter um telemóvel novo e um carrito.

redonda disse...

Mesmo não sabendo quase nada de futebol, acho que não podem perder os dois...:)

mary disse...

Eu não saberia expressar-me melhor! Muito, muito bem escrito. Penso exactamente o mesmo. E gostei da forma como abordaste a questão dela ser mulher e querer uma carteira comparativamente a um homem que quisesse um automóvel. Acho que as reacções seriam sim muito diferentes... É a opinião de alguém que gostava de ter um iPhone 5!

Anónimo disse...

A mala foi só a cereja em cima do bolo...

O problema é que estamos num país, numa sociedade, onde o programa mais visto é o Secret Story, e se fazem anúncios (pagos com certeza, e de extremo mau gosto) com pessoas de uma importância nula, em que o objectivo de vida para 2013 é "comprar uma mala".

Temos uma sociedade limitadissima, desprovida de valores.
A "Pepa" é só mais uma.

Carlos Santos

L. K. disse...

Compartilho a sua opinião, quantos desejos de coisas fúteis estão guardados no meu espírito à espera de melhores dias. Atrevo-me ainda a partilhar mais uma futilidade - quando estive desempregada os desejos de coisas fúteis intensificaram-se e na minha imaginação (que é gratuita por enquanto) pensava que se tivesse algumas dessas coisas conseguiria ocupar mais o tempo (que desperdiçava a pensar na situação em que estava e como iria sair dela).
Às vezes as coisas fúteis, ainda que apenas em forma de desejo alimentam o ego, e fazem-nos sentir um bocadinho melhores: são objectivos a longo prazo que não nos chateiam, nem ocupam lugar.

Compartilho, igualmente, que se se tratasse de um homem a debitar o seu fútil por um qualquer gadjet a coisa tinha passado totalmente despercebida, porque por alguma razão os gadjets dos homens são "muito úteis" representam (na maioria das vezes) o último avanço da tecnologia e as malas, sapatos, casacos, brincos e afins "são inutilidades que ninguém sabe para que servem".

Eu sei porque "preciso" de 5 casacos e também sei porque os homens "precisam" do tablet que saiu ontem quando têm o da semana passada - deixam-nos um bocadinho mais contentes (ainda que temporariamente).

O Senhor do Kratos disse...

bom era mais digno que se propusesse a raptá-la das mãos do capitalismo ou mesmo pedir um resgate da troika por ela mas...

uma gaija que se chama pépa e aparentemente ganha 700 euros por mês ao menos devia pensar numa carreira alternativa ou pedir um empréstimo ao BPN ou como consultora de malas para submarinos

agora pagar?

não pagamos não pagamos...

menina disse...

Jesus! Foi o fim do mundo por essa Internet fora... Vida, arranjem uma vida.

AC disse...

Tens toda a razão...Gosto tanto de te ler, percebo-te tão bem. Não quero ter uma carteira cara como a porra mas quero gastar o que me apetecer em viagens, em partidas e chegadas por esse mundo fora e sim isso nos tempos que correm também é um luxo... mas é um sonho meu e contra isso não posso fazer nada.

Beijo*

Frederico disse...

Creio que é necessário redefinir o conceito de notícia. Neste caso concreto, transformámos um desejo de alguém, legítimo diga-se, numa notícia. Intrígas, palermices, patetices tudo se transforma em notícia. Enfim.

camaleoa disse...

Epah...
Alguém com a mesma opinião que eu, relativamente à rapariga..
Quanto ao jogo, já não concordamos... que ganhe o FCP..

O que me irrita é a maneira da moça falar.. isso sim, irrita-me um bocadinho... mas, daí ao que fizeram.. valha-me Deus...

Carol disse...

Nem mais. Gostei de ler um post sobre este tema saturado e que saiu para lá do exagero. Parabéns! :)

Carmo disse...

Tens razão, no manicómio haverá gente muito mais sã.

E eu quero o RR Evoque e não quero saber do estado do País para nada.

Mammy disse...

Eh eh eh eh! Boa!
Pode-se desejar o que se quiser, até o mundo embrulhado em papel colorido e com um lacinho!
Deixem lá a miúda ser fútil à vontade!
Bjs

Ana Ricardo disse...

Tenho as minhas reservas sobre o assunto, mas gostei de ouvir uma opinião fora do rebanho. Um acto de coragem :D

Olga disse...

Concordo plenamente contigo mas dispenso a Playstation 3. O que eu queria mesmo era um sofá e um telemóvel que o meu avariou hoje. Como não há guito continuo feliz porque o pc ainda funciona! :)

Missies Blue disse...

amén.
(afinal ainda há sanidade por este país fora. boa semana!)

Anónimo disse...

Hmm, acho esteril esta polémica à volta da moça e da mala.
Se ela ganha dinheiro com trabalh honesto, que o utilize como melhor entender.
Enquanto falamos de futilidades, desviamos a nossa atenção das coisas mesmo importantes...
EJSantos

sal disse...

Belo texto! :)

Anita disse...

Isto é o reflexo do quão desocupadas as pessoas andam e o quanto andar a crucificar as pessoas, só porque sim, é muito mais fashion do que malas Chanel.
Muitos dos que publicaram o video da Pepa (pelo menos no meu FB) são os mesmos que entre videos destes e lamúrias plíticas vão publicando o fds, a borga, o restaurante, o novo iPad, o velho iPod e o super iCarro, tudo via iCoisa.
E ainda é a tipa que é medíocre...Enfim, sintomático do tipo de pessoas em que "nos" tornámos.

desvaneios da *Ni* disse...

partilho da mesma opiniao!cada um faz o quer com o dinheiro QUE GANHA A TRABALHAR!alias e pa isso q trabalhamos, ou sera, q e so p irs, ivas, segurança e afins?

xarmus disse...

Olá Bagaço amarelo... estou a ver que começaste a compreender as mulheres... hehehehehehe grande evolução.

Eu não caí em cima dela, porque nem toda nua eu caía em cima dela, mas entendo a indignação de quem caiu.

Penso que o problema não está no facto dela ter o desejo de comprar uma mala, mas sim na futilidade de toda a cena. Desde a maneira dela falar, cheia de tiques chiquérrimos, de tia, até ao facto de ser uma mala de marca, passando pelo seu desejo para 2013, numa altura em que muita gente nem dinheiro tem para comer. Todos devem achar que haveria coisas muito melhores para desejar para 2013.

De qualquer modo, e em defesa dela, devo lembrar que o filme é um anuncio publicitário a uma marca e que o que vemos não é natural, mas sim previamente pensado e com determinado objectivo.

já agora, deixo-te uma gracinha que o Bruno Nogueira fez na TSF.
http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=2987840

Muito bom

Abraço para ti

Anónimo disse...

Percebo o seu ponto de vista, e é verdade que de uma forma ou de outra, todos queremos bens materiais, sejam eles inúteis ou não. O que eu não percebo é como é possível que esse desejo seja 'o' desejo no início de um novo ano. E acho natural que as pessoas que andam a lutar para conseguirem ter condições mínimas de sobrevivência achem a publicidade descabida, eu também acharia. Mas apesar de tudo essas pessoas não fazem parte do público alvo da publicidade...

Anónimo disse...

Eu cá já me contentava só com "os três". A Playstation até dispensava...

;)

Bagaço Amarelo disse...

s*, já tenho... e o meu carrito é mesmo um carrito. :)

redonda, e é uma pena... :)

mary, a questão do género passou-me pela cabeça... porque deve ser verdade. :)

carlos santos, exacto... concordo. a pepe é só mais uma. não é crucificando-a publicamente que mudanos isso: :)

l.k. pois deixa... é uma questão de expectativa, mesmo que defraudada. :)

o senhor dos kratos, das mãos do capitalismo resgataremos todos de uma só vez. :)

menina, olha que bem dito... arranjem uma vida. :)

ac, gastas dinheiro no mesmo que eu... também dispenso a carteira. :)

frederico, pois foi... e no fundo até já estou habituado a isso. :)

camaleoa, a maneira dela falar é só isso mesmo. :)

carol, foi isso que senti. ninguém se indigna com consultas no SNS a 20 euros, mas com a Pepe parece que todos se acham no direito de dizer mal. :)

Carmo, estás no teu direito. :)

mammy, é um bocado isso. :)

ana ricardo, obrigado. :)

olga, há telemóveis desbloqueados baratos... acho que na Optimus... :)

missies blues, obrigado. boa semana. :)

ejsantos, que o gaste como quiser e que tenha liberdade de expressão. :)

sal, obrigado. :)

xarmus, os tiques dela são pessoais, e eu não me sinto no direito de a enxovalhar em público por isso. :)

Anita, foi o que senti... a forma de alguns se a afirmarem é deitando os outros abaixo. :)

desvaneios da NI, exactamente. :)

anónimo, eu posso não perceber a Pepe, mas não a acho uma ameaça pública. a questão é essa. :)

anónimo, também dispensei, apesar de a querer. :)

xarmus disse...

Olá Bagaço Amarelo

Eu não uso o facebook, e por isso não vi os enxovalhos, acabei por ver o filme depois de ouvir a sátira do Bruno Nogueira.

Se tivesse conhecido os enxovalhos, era capaz de ter a tua atitude (detesto carneirismos). Mas para quem apanha aquele anuncio pela primeira vez (que foi o meu caso), só se pode rir, pela futilidade de toda a cena.

A maneira dela falar (que mal se percebe o que diz) não é uma pronuncia natural, é uma forma forçada de falar na tentaiva de se identificar com a classe alta. O ridículo da coisa também está aí, e é bem reveladora da crise. Uma menina "bem" que não tem dinheiro para comprar uma mala.

É verdade que ela tem o direito de falar como quiser, assim como eu tenho o direito de rir ao ouvi-la falar. Como diz o Bruno Nogueira, parece que levou uma anestesia para cavalos na boca... heheheheheh

Abraço

Anónimo disse...

Enquanto se critica a mala-da-pepa não se fala de assuntos sérios.

Eu queria muito uma camisa que vi na Lanidor.

Feliz disse...

Assino em cada palavrinha que escreveste!!
Acho que a maior parte das pessoas que a criticou é frustrada, sendo que boa parte das críticas soam mais a dor de cotovelo e a falsos moralismos do que a bom senso!
Enfim...e o que temos!! Eu também gostava de ter u série 1 - lool desde 2008! ;P

Bagaço Amarelo disse...

xarmus, é impossível cada um não ter a sua própria opinião e reacção quando vê seja o que for. usar isso como alvo de despejo das próprias frustrações é que é pequenino... :)

anónimo, exacto. :

feliz, e eu que nem sei o que é um série 1... :)

Miguel disse...

Tudo bem que a menina é uma blogger de moda, mas bem que podia ter uns desejos menos consumistas. Ela própria admitiu isso antes de desejar a mala.

Quanto ao cyberbullying que a Pépa está a sofrer, acho que é exagerado até porque esta é apenas uma das muitas meninas e meninos fúteis que andam por aí.

Afinal vivemos numa sociedade em que se avaliam as pessoas pelas malas que trazem ou o carro que conduzem.

Bagaço Amarelo disse...

miguel, eu não estou a falar da menina em si que na verdade, me é indiferente. estou a falar dum país que a condena por ela ser o que é... :)

Black Cat disse...

eu nao acho mal a moça querer uma carteira mas k a maneira d falar dela é eskisita lá isso é.. oh gentinha metidinha à b*** quanto ao ser fútil, somos todos, uns mais outros menos

Anónimo disse...

Gostei da forma de abordar essa questão. É claro que todos temos desejos consumistas, e isso não se coloca em questão. O que acho questionável, é estarmos no pais que estamos, a viver as dificuldades que vivemos. Por um lado o governo abusa de nós! Por outro é o tipo de sociedade que vivemos, em que como já foi dito, o programa mais visto é o SS, enfim! Para terminar vêm uma miúda qualquer fazer uma entrevista de ***** dizer que quer uma mala, que por acaso custa bem mais do que o ordenado da maioria dos portugueses!
Ela ficava bem vista se disse-se que queria que todas as pessoas tivessem um prato de comida na mesa, que as pessoas pudessem ter acesso livre a educação, a saúde... etc, mas isso não têm grande importância aos olhos de meninas como estas, é por este tipo de pessoas (que caracterizam a nossa sociedade) que estamos como estamos, e não vamos para a frente..

Eli disse...

Melhor melhor é quem pode ter isso tudo sem ter que fazer planos de como obter... esperar pelo 13º vencimento? Há anos que não o vejo. Talvez seja quase impossível não reagir, mas a verdade é que vi isso a passar pelo FB e nem quis saber só pelos comentários...

Tenho coisas mais interessantes para pensar :P

Bagaço Amarelo disse...

black cat, eu não costumo é pensar mal das pessoas por tiques deste tipo. quando era criança fazia-o. agora não. :)

anónimo, a crise em que estamos é estrutural e uma concepção do modelo económico, não é responsabilidade duma miúda que quer uma carteira... a questão é essa. :)

eli, na verdade também só me dei ao trabalho de ver a coisa quando ma puseram à frente, uns dia depois. :)

A Vida da Cinderela de Saltos Altos disse...

Concordo inteiramente e por isso mesmo acho que foi criada uma falsa polémica.

mary disse...

Por favor, eu quero acreditar que não li que "é por este tipo de pessoas (que caracterizam a nossa sociedade) que estamos como estamos, e não vamos para a frente..".
Agora a culpa do país não andar para a frente é da Pepa! Não sei se ria se chore...

Bagaço Amarelo disse...

A Vida da Cinderela de Saltos Altos, a Samsung, entretanto, é que ficou a ganhar. :)

mary, se fosse, resolvia-se tão facilmente. :)

S disse...

Concordo plenamente contigo! Gostei muito do post :)
Bj S

Bagaço Amarelo disse...

s, obrigado. :)