11.02.2015

respostas a perguntas inexistentes (349)

Uma incerteza certa

Com a vida, aprendemos que o Amor é a certeza mais incerta. Sempre que vivemos um Amor, temos a certeza que ele é tão forte que nunca vai falhar. Até ao dia em que falha, claro.
Podemos repetir a experiência uma, duas, dez ou vinte vezes que não interessa. Sempre que nos apaixonamos e somos correspondidos, o Amor enche-nos a alma de certezas e, mesmo que a nossa História nos diga que o Amor é incerto, não acreditamos. O Amor cega-nos para o podermos ver um bocadinho melhor. Deixamos de ver o que pode correr mal para ver apenas o que pode correr bem. Não podia ser de outra maneira. Se duvidamos do Amor, então é porque não é Amor o que vivemos. Nalguns casos mais intensos, podemos também aprender que o Amor é a incerteza mais certa. Se por acaso vivemos um Amor forte, mas com base na incerteza, podemos ter a certeza que mesmo quando tudo falhar continuaremos a Amar. 
E da incerteza da minha vida é a única certeza que tenho.

9 comentários:

Ella e o Gato disse...

E é por causa de amores desses, que Ella pensava não mais acabarem, que Ella não quer voltar a apaixonar-se e lutará com todas as forças para que isso não volte a acontecer!

Bagaço Amarelo disse...

Ella e o Gato, nunca fiz essa opção. Nem vou fazer, acho... :)

csa disse...

Lindo :)

Bagaço Amarelo disse...

csa, obrigado. :)

Estudante disse...

É mesmo assim :)

Bagaço Amarelo disse...

estudante, vai sendo, pelo menos. :)

Ana Martins disse...

E mesmo assim vale cada momento, cada sorriso, cada bater do coração, cada olhar a transbordar de felicidade.

Daniela disse...

Lindo mesmo! Sou uma seguidora assídua do que escreve, e muitas vezes me identifico completamente com o que descreve com elegância e precisão.
É sem dúvida muito elucidativo na forma de explicar alguns sentimentos humanos que para muita gente seria muito difícil colocar por escrito ;)
Obrigada pelos "posts" e Parabéns!

Bagaço Amarelo disse...

Ana Martins, isso. :)

Daniela, obrigado pela presença, pela simpatia e pela existência. :)