8.21.2012

chuva

Encontrei este anúncio quando pesquisava, na internet, a história duma das marcas mais emblemáticas de sempre para quem gosta de equipamento de fotografia e cinema vintage: a Bell & Howell. Em 1959, ano da revolução cubana, a Sabrina apresentava assim o novo projector de slides desta marca americana. Sinceramente, a esta distância temporal, não estou a ver quem é a Sabrina, mas percebo imediatamente a sua escolha para esta publicidade muito pouco subtil. É que os projectores de diapositivos não devem apanhar chuva. Só pode ser por isso...

8 comentários:

Pedro P. disse...

Podemos dizer que, para a época, a Sabrina estava muito bem apetrechada com todo aquele "equipamento". E se estávamos em 1959, ainda não devia ser obra do Photoshop..!

Margarida disse...

LOL!!! xD

Olga disse...

Mais um "tesourinho"...
Com o passar dos anos estas mentes brilhantes da publicidade conseguem ser ainda mais "originais" e criar anúncios cada vez mais chocantes que fazem com que estas pareçam um pouco "inocentes". (estou-me a lembrar por exemplo daquela pavorosa da doação de orgãos que já publicaste aqui)

Bagaço Amarelo disse...

pedro p., é verdade que não havia photoshop, mas também é verdade que já havia sutiãs acolchoados. :)

margarida. :)

olga, se fores à etiqueta há coisas ainda mais bizarras, como por exemplo uma pub em que se pergunta se é mesmo ilegal matar a mulher. :)

Estudante disse...

Ahaha :P sempre atento!

Bagaço Amarelo disse...

estudante, :)

O olhar do lobo disse...

Bagaço,

O sexo vende.

Bagaço Amarelo disse...

o olhar do lobo, mais ou menos... :)