6.25.2010

zangas e amuos

Por que motivo nos zangamos com outra pessoa? Porque gostamos dela. Se não gostássemos provavelmente não nos chateávamos, apenas a ignorávamos. O problema está na dose com que nos chateamos. Às vezes é tão grande que deixamos mesmo de gostar.
Deixemos as zangas fluir. Há que abrir espaço suficiente para um amuo, para um bater com o pé ou para um grito de raiva. Quando quem amamos amua, bate com o pé ou nos grita é porque nos ama também.
Bom fim de semana e sejam felizes.

27 comentários:

Caia disse...

É saudável amuar de vez em quando!

Catarina disse...

agradavelmente saudável de ouvir
:)

Catarina disse...

agradavelmente saudável de ouvir
:)

sem-se-ver disse...

estás mesmo apaixonadao, tu...

Izzie disse...

um conselho sábio. bom fim-de-semana

Anónimo disse...

Ohhhh
Eu dou te miminhos :)
Beijo x
P.S.

Loira disse...

Belo post...logo hoje que estou tão zangada! Bom fim de semana :)

Fatyly disse...

Subscrevo totalmente e na minha terra diz-se que por vezes é preciso abanar o coqueiro para que surja a cocada!
Bom fim de semana para ti e para os teus e sejam felizes!

GiGi disse...

Ihhh... Tá puto com quem, heim?

nando disse...

Que giro. Da última vez que passei por aqui, chama-se porque NÃO compreendo as mulheres... como o tempo passa... ;-)

Myann disse...

so true :)

mr.Z disse...

é impossível não concordar com o que está escrito aqui xD

Carrie disse...

Para quem não compreende as mulheres, digo-te já - na qualidade de uma delas - que é isso mesmo. Precisamos de espaço para bater com a porta e perceber o quanto gostamos de alguém, mas também o quanto esse alguém nos irritou. É um sentimento legítimo nos homens e nas mulheres, mas pouco respeitado.

Gostei deste teu cantinho

Kiss

Neuronio Perdido disse...

Eh pá!!! Achas mesmo que é assim? É que isso explica os ultimos dois anos da minha vida. A serio!!! Achas mesmo que é assim??? :)

A minha essência disse...

Uma chamada de atenção ;)

areianegraemarbranco disse...

É mesmo assim..faz parte do gostar, do amar. Amuamos, deixamos amuar e às vezes com um simples beijo conseguimos deixar de nos chatear.

Cassandra disse...

Gostei tanto da ideia de abrir espaço para o amuo e para o grito de raiva. Tenho adoptado essa técnica e admito que estou a fazer progressos. Já não pareço um aterro sanitário de decepções, ofensas e desfeitas. Mesmo assim, acho que devo voltar ao squash. Liberta-nos da vontade com que ficamos de agredir tudo o que mexe:)).

Corset disse...

Há que dar espaço ;)
Bom post.

bagaco amarelo disse...

caia, saudável e necessário. :)

catarina, :)

izzie, :)

sem se ver, estou sim. :)

anónima, :)

loira, estamos todos, às vezes. :)

fatyly, obrigado. :)

gigi, lol. com ninguém. :)

nando, :)

myann, :)

mr Z, :)

carrie, obrigado. :)

neurónio perdido, acho. :)

a minha essência, sim. :)

areianegraemmarbranco, exactamente. :)

cassandra, lol. nunca joguei squash mas acredito que sim. :)

corset, há sim... :)

Louise disse...

Sim é verdade.
E depois há sempre o "make-up sex" ;)

bagaco amarelo disse...

louise, lol. :)

GiGi disse...

Ah bom! :)

Pelas fotos que já vi, não consigo te imaginar zangado! lol

bagaco amarelo disse...

gigi, mas olha que zango... olha que zango. :)

marie disse...

:)

bagaco amarelo disse...

marie, :)

Fábio disse...

bem verdade.

o problema por vezes é ultrapassar o amuo, seja de um ou do outro. dar o braço a torcer para alguém teimoso é complicado!

bagaco amarelo disse...

f´bio, tens razão... mas eu já acho que isso tenha a ver com braços torcidos. :)